20
Feb
2015
4

My neighborhood – Downtown

Em resposta a vários e-mails de leitores me pedindo sugestões de onde morar em Vancouver, resolvi iniciar uma série falando sobre isso. Sempre encontro várias informações sobre os bairros de Vancouver na internet, porém as informações estão sempre espalhadas. Então eu resolvi juntar o máximo possível nessa série para poder responder essas dúvidas. Mas como eu somente visito alguns lugares, fiquei pensando em como dar uma opnião sobre isso, já que a visão de quem visita nem sempre é a mesma de quem vive! Foi então que eu resolvi ouvir a opnião de moradores, e revolvi ir atrás de amigos que quisessem dar a sua opnião sobre os lugares onde vivem. Acho que assim torna mais interessantes para quem lê o post, afinal nada melhor do que o ponto de vista de quem vive o dia-a-dia nao é mesmo?!

A série começa pelo queridinho dos brasileiros – Downtown Neighborhood

Downtown Vancouver

É o centro da cidade, o coração de Vancouver! Ou seja, não precisa ir muito longe para achar praticamente tudo o que precisa! A vizinhaça é bem agitada e os pontos de destaque em downtown são: Robson St – a rua que é praticamente um shopping a céu aberto, possui várias lojas e muitas delas são grifes badaladíssimas! Burrard St – é o centro financeiro de downtown é nessa rua que estão localizadas o sede de grandes bancos e também várias outras empresas. E claro que não poderia deixar de falar da Granville st – que é a rua mais badalada para quem gosta de agito,  nela estão localizadas várias baladas e pubs. (Não deixe de conferir o post: Granville St. a rua mais badalada de Vancouver).

IMG_1252

Vancouver Art Gallery – Foto: Gabriel Barros

A região/neighborhood de  Downtown é delimitada pela Burrard Inlet e Coal Harbour ao norte, False Creek e o bairro de Yaletown ao sul, West End e o  mundialmente famoso Stanley Park ao  oeste, e os bairros históricos populares de Gastown, Chinatown e Strathcona ao leste.

Burrard Inlet e Coal Harbour

Coal Harbour é um bairro  relativamente novo em comparação ao restante da cidade, começou a ser formado nos anos 90, e é hoje em dia um dos bairros mais chiques e elegantes de Vancouver. É um lugar moderno, jovem e exuberante, ali estão concentrados vários prédios envidraçados lindissímos, (uma característica da arquitetura de Vancouver) o que torna os moradores desse lugar uns privilegiados, e com essa vista maravilhosa. Não deixe de confeir o post: Coal Harbour Inspiração total).

IMG_6220

Coal Harbour_ Foto: Gabriel Barros

False Creek e Yaletown

Yaletown era basicamente uma região industrial dominada por armazéns e galpões e pátios de ferroviários. Desde 86 o bairro começou a passar por um processo de transformação e se tornou um dos bairros mais populosos da cidade. Yaletown é lindo, contém marinas, parques, prédios altissímos, os antigos armazéns foram convertidos em prédios de apartamentos ou comércios, hoje é uns dos bairros mais valorizados (caros) de Vancouver.

IMG_8059

False creek _Foto: Gabriel Barros

Brenda Zuliani

O que mais amo em Downtown é a segurança que o lugar me possibilita e a cidade também. Outro ponto super positivo que estou perto de tudo, faço tudo a pé, não que seja problema usar transporte público, pois eles funcionam razoavelmente muito bem, a questão que poder fazer tudo o que eu quero ao meu tempo, me possibilita mais liberdade, fora que virou rotina relaxante para mim, pois aproveito o caminho para observar as pessoas, curtir mais a cidade e me permitir fazer mais parte disso. Estou a 10 minutos da Granville Street, a 20 minutos de Gastown, e a 25 minutos da Burrard Station. Atrás do meu prédio tem o Cooper’s Park que me leva a Granville Island, English Bay Beach e ao Stanley Park isso em questão de 30 minutos caminhando no máximo.
Complicado dizer qual é a desvantagem de morar a onde moro, pois sinceramente não vejo nenhuma. Talvez a desvantagem no momento seja apenas a obra de um prédio que temos aqui perto e a reforma do BC Place que ás vezes incomoda.

Brenda Zuliani

West End

Este bairro é o queridinho de 9 em cada 10 brasileiros que chegam aqui! Também não é para menos ..ele é abençoado por ter nada menos que o Stanley Park e a English Bay,  dois pontos turísticos badaladíssimos e lindos! É um bairro bem eclético constituído de jovens, velhos, muitos imigrantes, estudantes internacionais e é onde concentra a maior população LGBTT de Vancouver. O ponto em destaque são: Deman St uma rua repleta de restaurantes uma culinária bem diversificada e para todos os bolsos e a famosa Davie st local de várias baladas e também famosa por ser a rua LGBTT de Vancouver.

IMG_7474

English Bay – West End_ Foto: Gabriel Barros

Gostamos bastante de morar em Downtown acreditamos ser bem conveniente, mesmo com um bebê. Ter tudo por Ricardon 1perto é uma grande vantagem para nós. Coisas como mercados, restaurantes, lojas, parques e parquinhos, praias, e mais, vamos a pé! Quando temos que ir para algum lugar mais distante o transporte público nos atende perfeitamente. É muito tranquilo pegar um ônibus ou metro mesmo com o carrinho de bebê. Fora isso ainda tem academia com escolinha pro bebê e a Biblioteca Pública com uma série de atividades pra crianças que facilitam muito nossas vidas com o baby mesmo em tempos de frio. Bem conveniente mesmo. O lado ruim disso são as creches que são extremamente concorridas nessa região com listas de espera pra mais de um ano, além de serem bem carinhas, e os restaurantes que não tem uma estrutura muito legal para ir com o bebê!

Ricardo, Vanessa e Benjamin Burgon

Gastow, Chinatown e Strathcona

Esses bairros são praticamente os mais antigos da cidade, começando por Gastown que é hoje um ponto turístico super visitado, foi aqui que Vancouver começou. Um bairro super charmoso e que conserva suas origens, porém com um toque moderno e artístico, seja pelo seu estilo arquitetônico, como por suas lojas que trazem o que há de mais criativo e alternativo do mundo das artes. Gastown também é famosa pelos pub’s e restaurantes que se  espalham ao longo de suas ruas, assim como as lojas de souvenirs, as mais completas e com artigos mais variados sobre Vancouver e o Canadá. (Não deixe de conferir o post: Gastown um passeio pelo passado e o contemporâneo). Chinatown é um bairro interessantíssimo, ao entrar nos limites do bairro você já nota a diferença! Sim parece que você mudou de país. Vancouver tem a terceira maior chinatown da América do Norte e é uma das atrações turísticas mais populares de Vancouver. Eu acredito que o que torna essa atração tão popular é com certeza a notável presença de Chineses em Vancouver. No mais, Chinatown é um lugar de temperos, sabores e lojinhas ching-lings (daquelas que você acha até o que não imagina)! É uma região razoávelmente barata para se morar, porém não é muito bonita. O ponto de atenção nessa região é a Hastings st x Main st, isso porque essa área concentra um grande número de mendigos, drogados e pessoas com problemas mentais. Não é um lugar perigoso porém exige atenção! E por último o bairro de Strathcona, localizado na região portuária, essa é com certeza a vizinhaça mais antiga de Vancouver e desde da época de 50 vem passando por vários processos de reurbanização.. alguns frustrados, pois a comunidade local vem tentando proteger o patrimônio histórico da cidade. Strathcona possui muitas casas em estilo vitoriano, super lindinhas! O bairro atualmente vem recebendo muitos investimentos, novos prédios residênciais e comércios mais alternativos estão sendo construídos no intuíto de tornar a região mais atraente.

IMG_2628

Dr. Sun Yat-Sen Classical Chinese Garden, Chinatown – Foto: Gabriel Barros

D2Para nós a localização é excelente, pois possuímos muitas facilidades por não temos carro ainda. Muitas pessoas trabalham em downtown sendo assim acabam economizando no monthly pass ou se precisam ir para as outras áreas é super tranquilo, por causa das duas linhas do skytrain e da quantidade de linhas de ônibus que circulam a região. Estamos a cinco minutos de vários locais para passearmos e curtimos a natureza como a English Bay / Stanley Park. Em relação à alimentação downtown é repleto de restaurantes para vários bolsos. Há outras facilidades que podemos ir e voltar andando em poucos minutos como o Cinema, Pacific Center, Art Gallery, entre outros. Estamos cercados por bons supermercados, como Nofrills, Independent, IGA. Downtown tem ótimos lugares para sair na noite pode-se beber e voltar andando. Outra conveniência é que muitas escolas e colleges se localizam aqui.

O único ponto negativo de viver em West End é o aluguel que é superior as outras regiões da cidade por isso que para economizarmos dividimos um apartamento com outro casal.

Monique Figuereido e Leonardo Almeida

 

Agradecimentos especial aos amigos por colaborarem nesse post,

Brenda Zuliani /  Ricardo, Vanessa e Benjamin Burgon / Monique Figuereido e Leonardo Almeida

Muito obrigada pela participação.
Siga o Outside Brazil clique nos links abaixo:

https://www.facebook.com/outsidebrazil
https://twitter.com/OutsideBrazilBl
https://www.instagram.com/cacaiani/

Está buscando as melhores opções de Hotel, temos uma ótima parceria com o Booking, não deixe de confeir:

You may also like

12 eventos que marcam o Natal em Vancouver
Seawall Stanley Park- O melhor passeio em Vancouver
Granville St. a rua mais badalada de Vancouver
Top 10 – para os primeiros passeios em Vancouver
Celebration of Lights
Vancouver Aquarium

2 Responses

  1. Eu acho Downtown muito charmoso, adoro passear por lá! Não moraria lá por ser muito mais caro que outras regiões de Vancouver, principalmente se a família tem crianças. No nosso caso, damos preferência a espaço, então tivemos que abrir mão da conveniência da proximidade de tudo no centro para podermos ter uma casa maior e não ter que vender os rins pra morar perto do centro, infelizmente.

    E que surpresa ver a Monique e o Leo aqui! 🙂

    1. cacaiani

      Obrigada Ana pelo seu comentário, acho que quanto mais depoimentos tivermos melhor será a ajuda na tomada de decisão de quem está querendo vir para Vancouver. Eu tbém penso como você, apesar de gostar muito de Downtown eu preferi morar em outro bairro simplesmente porque teria um alugar um ap maior pagando a mesma coisa. E quando a vender os rins para compar um imóvel em Vancouver kkkkk eu diria que temos que vender o fígado, os pulmões também para poder comprar…eita lugar caro!!!! kkkk

Seja bem vindo e muito obrigada por seguir o OutsideBrazil!

%d bloggers like this: