9
Jul
2015
2

Procurando emprego em Vancouver – A saga!

Os que acompanham o meu blog, sabem que eu me formei em maio desse ano, pois já escrevi um post sobre a minha formatura aqui. Pois bem, passado essa fase chegou a hora de finalmente arrumar um emprego no Canadá. Ok eu já trabalhei enquanto estava estudando, porém quando você é estudante full-time obviamente o seu visto de trabalho será part-time. Portanto, podendo trabalhar somente 20 horas na semana, e com os horários da faculdade tomando boa parte do meu dia e todos os dias da semana, o que me restou foi arrumar um emprego em que eu conseguisse adequar a minha agenda aos horários da faculdade, ou seja, final da tarde, noite  e final de semana. Então trabalhei por um bom tempo com customer service em um grande mercado aqui em Vancouver. Agora, depois de formada em com a minha PGWP around the corner, finalmente estou na busca diária por um emprego full-time, e de prefêrencia na minha área de atuação. Então por isso resolvi escrever um pouco sobre a minha saga.

Quando você chega aqui no Canadá, e vai a procura do seu primeiro emprego, a coisa mais importante depois do inglês é a: “Experiência Canadense”, mas peraí!!! Se você acabou de chegar e está à procura do seu PRIMEIRO emprego, como eles te pedem uma experiência canadense? E se ninguém te der a PRIMEIRA oportunidade, como você vai adquirir a sua PRIMEIRA experiência canadense? E ai a gente cai naquela velha icógnita de quem nasceu primeiro o ovo ou a galinha. Antes que você me pergunte como fazer então, eu te digo: procure o mais rápido possível por um trabalho voluntário. Sim trabalho sem remuneração! Ok todo mundo precisa de dinheiro, porém trabalhar como voluntário além de enriquecer o seu inglês vai te dar uma ótima satisfação pessoal, pelo menos para alguns! Eu trabalhei durante 8 meses em uma fundação, e a experiência foi gratificante!! Primeiro porque consegui me doar para uma causa bem legal e que eu realmente acreditava, e depois porque tive a oportunidade de trabalhar em um ambiente totalmente canadense, e em uma área bem diferente da minha, o que foi muito legal. No final do meu voluntáriado, eu recebi uma ótima carta de recomendação, o que me ajudou muito a conseguir o meu primeiro emprego remunerado aqui em Vancouver. Os empregadores, como uma forma de se blindar (Eles não sabem nada sobre você, muito menos sobre as empresas em que você trabalhou no Brasil, sua escola, etc.), exigem referências profissionais e pessoais. Então você precisa passar uma listinha com nomes, e pode ter certeza absoluta que irão ligar para todos da sua lista para saber de você.

A minha primeira experiência como part-time aqui eu confesso que foi bem tranquilo para conseguir, eu me inscrevi para a vaga pelo site da empresa e me ligaram na semana seguinte. E pelos relatos de muitos amigos aqui, arrumar um emprego em lojas, restaurantes e supermercados é bem tranquilo. Basta ter disposição para procurar! Como aqui é uma cidade turística, então o comércio e o setor de hotelaria estão sempre precisando de gente, principalmente na alta temporada. O meu processo de seleção foi tranquilo, a primeira entrevista foi por telefone (super normal aqui), depois uma entrevista na empresa, e depois uma terceira reunião para acertar a papelada da contratação. Essa minha segunda experiência de trabalho aqui foi ótima para aperfeiçoar o meu inglês. Imagine um big, extra, plus supermercado…agora imagina a infinidade de vocabulário contido ali dentro…então imagina quantas vezes eu mandei as pessoas na sessão de carnes quando eles me perguntaram sobre comida de cachorro …(kkkkkkk) no começo pagava mico o tempo todo!!! O inglês da vida real não é igual ao da escola de inglês…então será somente assim que você irá realmente aprender o inglês – eu ainda estou tentando kkkkkk.

E agora!

Agora o meu segundo emprego está sendo um desafio maior, eu pensei: já tenho anos de experiência no Brasil, me formei em uma universidade aqui no Canadá, meu inglês dá para o gasto, já tenho 2 experiência canadense – fechou! Easy easy…SQN. Saldo até agora: horas na frente do computador me cadastrando nos sites, horas de análise de currículo, mudanças no linkedin, falando com os amigos para dar uma força…e saldo: 2 entrevistas frustradas! Ok ainda tô na luta até porque não tem outro jeito, e fazem apenas 3 meses que me formei. Ninguém me disse que seria fácil, e se me dissessem eu não teria acreditado. Porém eu pensei que teria mais portas abertas por ter me formado aqui!

O que eu tenho feito:

Frequentado workshops sobre carreiras, alguns na minha faculdade e outros na biblioteca municipal;

Marcando presença em todas as Jobs Fair que tenham empresas da minha área ou empresas nas quais eu tenho interesse em prabalhar;

Procurando em sites como:

www.workbc.ca

www.indeed.ca

www.jobbank.gc.ca/

www.craiglist.ca

www.workopolis.ca

Me cadastrando diretamente no site das empresas que quero trabalhar.

Puxa vida é um trabalhão, algums formulários de aplicação são enormes, outros logo depois que você termina de preencher tem que fazer testes online com mais de 40 minutos…afff é uma maratona – para depois vir uma resposta automática de que o seu perfil não bate com a vaga. 🙁

Uma dica legal é que na biblioteca central aqui de Vancouver (talvez nas demais também), você pode marcar uma hora com um advisor, que irá te ajudar e dar dicas de como procurar empregos na sua área de atuação. Eu fiz e achei bem interessante. Do mais, vou olhando no grupos de brasileiros no facebook porque de vez em quando alguém publica uma ou outra vaga interessante. Outra dica interessante é que no Brasil a gente tem o mesmo currículo padrão, que mandamos para quase todas as empresas, aqui isso não rola, você tem que ter um CV “diferente” para cada vaga que for aplicar. Veja bem, não estou dizendo que você tem que mentir no seu CV e escrever o que o vaga está pedindo, e sim que você tem que adaptar as suas skills de acordo com a vaga que você está pleiteando. Por exemplo: se na vaga diz que eles precisam de pessoas que tenham um determinado tipo de skill, mesmo que você não tenha trabalhando em uma vaga parecida com aquela porém você possui o skill solicitado, você tem que dar um jeito de ressaltar isso. E também os escritórios do WorkBC (WorkBC Employement services) que oferecem assistência para ajudar a adequar o seu CV para os padrões canadenses, dão várias dicas de como  e onde procurar emprego e também dicas de como se preparar para entrevistas, mas para essa assistência você tem que possuir visto de trabalho full-time. E não posso deixar de mencionar à maldita bendita cover letter, porque como se não bastasse você ter que elaborar o seu cv para cada vaga, ainda tem que mandar uma carta dizendo o porque você é o melhor candidato para determinada vaga, e eles dão um baita valor para isso, então tem que caprichar mesmo!

Eu não sei se é em todas as áreas, mas na minha eu percebi que a coisa só rola com indicação, pois eu tenho experiência de 6 anos e quando me inscrevo em uma vaga, tomo todo o cuidado em ver se as minhas qualificações estão de acordo com o que a vaga está pedindo…e nada de me chamarem..ai um amigo te indica para a mesma vaga e você consegue uma entrevista no semana seguinte…kind weird!?

Ah é isso, espero que em breve eu venha aqui falar pra vocês sobre a experiência de conseguir um emprego no Canadá, hehehehehehe e espero que essas dicas sútis ajude em alguma coisa. Somente lembrando, não sou nenhuma especialista no assunto achar trabalho aqui em Vancouver, mas no que eu puder ajudar, eu irei!

icon
Siga o Outside Brazil clique nos links abaixo:

https://www.facebook.com/outsidebrazil
https://twitter.com/OutsideBrazilBl
https://www.instagram.com/cacaiani/

Está buscando as melhores opções de Hotel, temos uma ótima parceria com o Booking, não deixe de confeir:

16 Responses

  1. Mônica

    Olá Carina,

    me chamo Mônica entrei em contato com uma agência de intercambio bem conhecida e bem vista, e eles tem um programa de um ano para trabalhar em Vancouver, é feito uma seleção porque tem que ter inglês pelo menos intermediário, e eles falaram em trabalhar em resorts e outros lugares depende das vagas em aberto, será que vale a pena?? Eu fiquei bem interessada!

    1. Oi Mônica, é bem comum por aqui esses tipos de programas para trabalhar 1 ano em resorts e atrações turísticas, acho que vale super à pena sim. Se for trabalhar em resort vc ganha a estadia e acho que as algumas refeições e portanto dá para economizar uma grana boa. Acho que o único tipo de visto que se enquadra nesse perfil é o Workvisa Holiday, e eu sei que Brasileiros tem poucas vagas para esse programa. Se vc tiver a oportunidade de vir acho que será uma grande experiência. E acredito mesmo que vc tenha que passar por um processo seletivo, a vaga não é garantida. Mas no geral acredito que tem como conseguir garantir uma vaga sim se o seu inglês for legal.

      Boa sorte!
      Abs
      Carina

      Abs
      Carina

  2. English Intelligence

    Olá Carina tudo bem ?sou Formada no Brasil em Tecologo em Hotelaria, pensei em estudar algo do genero la em Vancouver também . Você acha que estudando em um college em Vancouver na area de Hotelaria e turismo eu consigo imigrar mais facil por já ter estudadoo e trabalhado aqui ou não?
    Você teria algum college para me indicar? Aqui no Brasil eles oferecem um curso de um ano, seis meses de Estudo e seis meses de Trabalho, fica na Tamwood College, Você acha que seria valida essa experiencia em caso de querer imigrar? Obrigada pela Atenção. Cristine.

    1. Olá Cristine,

      Eu acredito sim que estudando aqui e conseguindo um emprego qualificado seja sim uma boa chance de imigrar no futuro. Já com relação ao Tamwood, eu acho que esse tipo de curso de estudo 6 meses mais 6 de trabalho (co-op) é interessante caso você queira ter uma experiência internacional e voltar para o Brasil, pois, ele não irá agregar muito em um processo de imigração. Tente ver um curso em uma college público, que te dê a opção de poder aplicar para o PGWP, nessa modalidade você pode estender o seu visto aqui por mais tempo (no meu caso eu estudei 2 anos e peguei um PGWP de 3 anos). E um curso em um college publico (que seja degree) te qualifica para um processo de imigração. Dê uma olhadinha nesse post: http://outsidebrazil.com/2016/02/25/tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-o-pgwp/

      abs
      Carina

  3. Joana

    Oi Carina.Tudo bom? Queria saber eu conseguiria me sustentar somente com o trabalho Part-Time durante os estudos? Quanto seria o salario por mes?

    1. Olá Joana, o salário mínimo aqui em Vancouver é de C$ 10.45 por hora, levando em conta que você irá trabalhar 20 horas por semana isso daria em média C$ 840 por mês. Somente o aluguel de um quarto está por volta de C$ 500, o que sobraria 340 para comer, comprar coisas de necessidades básicas e se sobrar se divertir um pouco. Eu diria que é bem puxado. Você teria que arrumar um emprego que pagasse mais por hora e conseguir trabalho full time (que é permitido) no verão para poder juntar um pouco.
      Espero ter ajudado.
      Abs
      Carina

  4. Oi Carina! me chamo Evelyn.
    Eu e meu namorado estamos querendo ir morar aí, estou pesquisando sobre tudo, desde visto até como é morar aí, ele fala inglês fluente e eu estou treinando o meu que está bem ruim, queríamos mesmo ir para Vancouver á trabalho, e nos estruturar aí, pq a vida aqui no Brasil tá beeeem dificil!
    Bom, adorei esse post e vou começar a te seguir por aqui para pegar mais dicas…estou entrando nestes sites de empregos….quem sabe conseguimos achar algo para conseguirmos ir….mas estamos pensando tbm na possibilidade de visitar o país como turista e ficar indo de porta a porta pedir emprego! você com sua experiencia aí acha muita loucura fazer isso? rs
    Tipo, queremos o visto de residentes permanente e sei que é meio dificultoso de conseguir….tem algumas dicas? Ajude-nos! 🙂
    Abraços e boa sorte na saga do emprego, vc irá conseguir pois está no caminho certo!

    1. Olá Evelyn,

      Vir para Vancouver como turista e ficar de porta em porta pedindo emprego não é uma opção legal, mesmo pq o seu visto será de turismo e não de trabalho, será muito difícil conseguir um emprego nessas condições. Conseguir um emprego no Canadá ainda estando no Brasil tbém é bem dificil, tem que ser muito qualificado em uma profissão que está em muita demanda aqui no Canada para quem sabe conseguir algo. Existe o programa de imigração canadense o Express Entry que é uma boa opção caso vcs alem do ingles bom tenham tbém formação academica e experiência profissional de no mínimo 2 anos, tente fazer a simulação nesse link para saber a pontuação de vcs: http://www.cic.gc.ca/english/immigrate/skilled/crs-tool.asp

      Outra opção é vir para cá estudando em faculdade, college para conseguir um visto de estudo e trabalho, essa opção daria a vcs 2 anos de estudos e depois de formado até 3 anos de work permit aqui, o que seria mais viável para arrumar um emprego e conseguir se enquadrar no perfil algum programa de imigração no futuro.

      Abs,
      Carina

  5. Olá, Carina.

    Ótimo texto. Também estou atrás de emprego. Acabei de me formar em programação no BCIT e estou corrent atrás. Queria te sugerir o site Glassdoor. É bem legal e dá pra saber mais como é o processo seletivo de algumas empresas.

    Boa sorte para nós.

    1. Oi Rafael,

      Muito obrigada pelo seu comentário…nossa eu tbém já usei o Glassdoor e o Indeed para persquisar sobre o processo seletivo e as perguntas frequentes nas entrevistas…me esquici de colocar. Muito obrigada!

      E boa sorte pra nós!!!
      Abs
      Carina

Seja bem vindo e muito obrigada por seguir o OutsideBrazil!

%d bloggers like this: