16
Jan
2016
11

Sobre ficar ilegal no Canadá, trabalho, estudo e outras considerações

Sempre recebo e-mail e ou contatos pelo Facebook, tanto na minnha página pessoal como na do blog, de pessoas que querem vir para o Canadá, muitas delas buscam uma opinião de como é a vida aqui, sugestões de bairros, como imigrar, custo de vida, faculdade ou colleges, programas de imigração no geral…etc. Porém venho recebido também uma demanda de perguntas sobre brasileiros que buscam informações de como vir para cá e ficar ilegal, ou seja pessoas que querem vir à qualquer custo, e por isso resolvi dar a minha opinião sobre esse assunto.

Para começar, se você lê o meu blog e quer vir para cá de forma legal, planejada e estruturada fique super à vontade para me mandar suas perguntas, no que eu souber responder e conseguir ajudar eu o farei e eu sempre sou muito disposta a isso, porque eu sei bem como é estar ai no Brasil ainda nessa fase de planejamento, eu já passei por isso e sei o quanto um boa informação ajuda! Mas se você quer vir para o Canada no ruim e velho jeitinho brasileiro – POR FAVOR NÃO ME MANDE EMAIL E NEM MENSAGENS PELO FACEBOOK!

O Canadá oferece mais de 50 programas de imigração, e por esse motivo ele não faz vistas grossas para quem está aqui ou quer vir ilegal! Então o meu conselho é: se planeje, se não der agora espere um pouco mais, guarde mais dinheiro, estude mais inglês ou frances! Muitos brasileiros tem na cabeça aquele sonho americano..e fantasiam achando que vir para o Canadá é a mesma coisa que os EUA dos anos 80 e 90.  Acontece que nos Estados Unidos talvez seja possível (não recomendo) viver ilegal, porque dá para se abrir conta em banco, alugar e até comprar casa, dá para matricular os filhos na escola,  dá para se ter uma vida digamos “normal” (embora viver com medo de ser preso a qualquer momento, para mim não seja nada normal). Mas aqui no Canadá as coisas são diferentes, se quiser viver como um ilegal prepare-se para ser um ser totalmente invisível à sociedade, você não terá conta em banco, não consiguirá alugar uma residência muito menos comprar, seus filhos não poderam estudar, você não terá plano de saúde, e muito menos terá um trabalho descente. Para qualquer coisa aqui eles exigem prova do seu status legal no Canadá, e muitos serviços públicos somente tem validade até a data que aparece na suas permissões de estudo e ou trabalho, sendo necessário renovar sempre. Muitos me perguntam se é possível trabalhar ilegal e se existe demanda, eu realmente não sei! Mas já ouvi  histórias de pessoas que trabalharam ilegal e que não receberam salário, ou que combinam com o empregador um valor de salário e o empregador paga o quanto quiser (e você vai reclamar para quem?), de pessoas que foram pegas e extraditadas…mesmo pessoas que tinham o visto de trabalho part-time e foram extraditadas porque estavam trabalhando mais do que o permitido, ou seja, não é uma vida fácil! Aqui o cerco é bem pesado, e se você quer se submeter a esse tipo de vida, eu não tenho nada a ver com isso, e também não quero saber, então não me pergunte! Mas saiba que teram muitas pessoas e ou empregadores querendo se aproveitar dessa situação, e levando em conta que a lei é muito dura para quem emprega pessoas ilegais, então é possível imaginar o tipo de pessoas e empregadores você irá encontrar pela frente!



A vida aqui não está fácil para quem está legal então eu posso imaginar o tipo de vida que um ilegal terá!

Outro tipo de pergunta recorrente é: Posso ir com visto de turista e arrumar um emprego que me dê um sponsor para eu poder imigrar? Se isso pode acontecer ou não eu realmente não sei, mas sejamos realistas né!? Conheço muita gente que está aqui com visto de trabalho, é super qualificado, fala inglês super bem e NÃO CONSEGUE um sponsor, porque você com visto de turista irá conseguir isso em menos de 6 meses? As empresas já fazem uma triagem por telefone quando iniciam o processo de seleção, ou seja, se você não estiver com um status legal para trabalhar pode esquecer, não irão dar continuidade no processo. Ah mais eu posso mentir sobre isso e na entrevista eles irão ver o meu potencial e eu terei mais chances? O Canadá é uma sociedade fundada em valores morais, aqui a palavra ainda tem muito valor, tanto que até para abrir a minha conta em banco como eu não tinha um endereço fixo na época eu somente falei para o gerente o endereço que eu estava morando temporáriamente  e consegui abrir a minha conta sem precisar de comprovante de residência (só enfatizando eu tive que mostrar o meu passaport e a minha permissão de estudos), ou seja, eles acreditam na sua palavra. Mais cedo ou mais tarde quando descobrirem que você mentiu sobre o seu status, você pode ser até o Steve Jobs (que Deus o tenha) mostrando o seu revolucionário potencial de design e criatividade..que será praticamente impossível a empresa querer te contratar – por que você é um mentiroso para eles, alguém que se aproveitou da confiança alheia. (Pense nisso)

Não existe um jeito fácil, não existe!!! E uma vez que você ficar ilegal no Canadá mesmo que não seja “pego”, quando quiser regularizar a sua situação a imigração não te dará trégua. Como eu já disse e enfatizo – não existe um jeito fácil, não existe um jeitinho brasileiro no Canada, se é que você me entende!? No facebook é muito fácil encontrar vários grupos, ainda mais sobre Vancouver, eu sempre recomendei esses grupos para as pessoas, pois sempre acreditei na veracidade das informações e em que as pessoas quisessem realmente ajudar as outras, porém hoje em dia eu não recomendo mais…tem muitos grupos de empresas, de agências de intercâmbio e muitos deles querendo vender o seu peixe! Em alguns grupos eu sempre vejo as mesmas pessoas recomendamo determinadas empresas…sempre as mesmas pessoas!!! E vendendo produtos que somente interessam a eles próprios, ou seja, a conclusão que eu cheguei é que esses grupos não são mais um espaço democrático, aonde as pessoas podem dar suas opiniões com liberdade, já vi muitos comentários e posts  sendo apagados por não se “adequar” ou por ir de encontro aos interesses dos donos dos grupos. Então não sei realmente se esse grupos ajudam e não sei se são fontes de boa informação.

Eu sei que há uma onde de insatisfação com o Brasil, eu sei que o nosso país está em crise, eu sei de todos os problemas de segurança …eu sei de tudo isso! Mas mesmo assim eu não trocaria a minha vida no Brasil para viver ilegal em qualquer outro país do mundo. O Canadá é um país muito bom, isso não tem como negar, mas mesmo assim a vida de um imigrante aqui não é fácil. O começo é muito difícil, muita gente acaba voltando para o Brasil depois de poucos anos aqui! Quando estamos ai no Brasil somente ouvimos os casos de sucesso, porém os casos de insucesso são muito…muito maiores, mas ninguém quer expor o que deu errado na vida não é mesmo!? E alguns casos nem é considerado insucesso, pois tem gente que volta por opção mesmo porque não aguenta mesmo viver longe da família e acaba voltando, mas o fato é que não ficamos sabendo das pessoas que voltaram! E o que mais vemos são pessoas dizendo vem que é fácil!!! Só que ao contrário do que a gente lê por ai, a vida aqui no Canada não é um conto de fadas, será muito boa se você estiver disposto a mudar e aceitar muitas coisas. Mas eu já escrevi muito sobre imigrar e sobre as renúncias e bla bla…

Outra questão que me vem chamando muito a atenção: as pessoas estão vindo fazer programas de college/faculdade e trabalho, vejo famílias inteiras com 2, 3 e 4 filhos vendendo tudo o que contruíram a vida inteira no Brasil e se mudando para cá, normalmente as pessoas iniciam a pergunta assim: estou imigrando com a minha família pelo programa de estudos e trabalho…, eu somente queria deixar claro que esse programa não é de imigração, e você e sua familia estão vindo para quem sabe no futuro conseguir imigrar. Esse programa que é como eu vim e estou aqui há 3 anos ( e ainda não imigrei), te dá direito a um visto de residência temporária! E não uma residência permanente. Sim esse programa pode aumentar as suas chances de imigrar no futuro, mas não é garantido, do tipo me formei e aonde pego o meu visto permanente? Vejo uma grande massa de empresas de visto e agências de intercâmbio etc..etc..venderem esse programa como se fosse a solução de todos os problemas! Agora reflita um pouco…, existe um grande interesse envolvido nisso: se ganha no seu visto de estudo e trabalho seu e o de toda a sua família, no seu college ou faculdade, no seu PGWP depois de formado e ou em todas as extensões de permissão que você talvez precise fazer nesse período todo e por último no seu processo de imigração! Logo, você aplicar direto por um programa de imigração pode não ser muito rentável, não é mesmo!? Logo se não é rentável não é viável!! Então, antes de mais nada..pesquise muito, e não coloque o seu sonho nas mãos de terceiros, mesmo que você contrate um serviço não deixe que essa empresa ou pessoa decida o que é melhor para você, não deixe de saber de todas as opções existentes, não deixe de ler o site do consulado canadense, questione, duvide, pesquise!

Qual é o segredo do sucesso para imigrar? Eu não tenho essa resposta, e não acho que alguém tenha, mas reflita sobre esse itens abaixo:

1 – Pesquise..pesquise e pesquise (ninguém saberá melhor sobre a sua vida do que você mesmo, e acredite: uma vez que você souber sobre os programas existentes você saberá se o seu perfil se enquadra ou não.

2. Planeje, planeje, planeje – tenha planos A, B, C e se possível D!

3. Inglês, inglês e inglês ( não dá para ter uma vida aqui se você não falar inglês e não adianta pensar que em pouco tempo o seu inglês milagrosamente será fluente, não existe mágica.)

4. Dinheiro! Sim não vamos mentir, é muito caro imigrar! Mas ter dinheiro somente não vai resolver todos os seu problemas!!! Isso porque o downgrade inicial é foda. E se não for um  trilhardário que pode viver com o dolar canadense custando 3 reais, você irá sentir um grande impacto no começo. Ainda mais se você tiver no Brasil uma vida muito confortável, com empregada, baba, serviços em geral custando barato etc..etc.

5. Não crie expectativas, o Canadá é sim um país muito bom, mas paraíso não existe!

6. Prepare o seu psicológico, (acho que esse deveria ser o primeiro da lista) o lado emocional pesa demais! Para alguns é dificil aceitar que aqui todos são praticamente iguais e que trabalho é trabalho e qualquer um é digno!

Nossa, o texto ficou grande demais!!! Aiaiaiai dias chuvosos são complicados, acabo falando demais!!!!



Siga o Outside Brazil clique nos links abaixo:

https://www.facebook.com/outsidebrazil
https://twitter.com/OutsideBrazilBl
https://www.instagram.com/carinabarros_outsidebrazil/

Assine o Outside Brazil Blog para receber a nossa newsletter!

Continue planejando a sua visita à Toronto

Compre o seu Toronto CityPASS e economize 42% visitando as melhores atrações de Toronto:

Reserve o seu Hotel em Toronto:

Booking.com

Não esqueça o seu seguro viagem, item essencial para a sua viagem, mesmo não sendo obrigatório aqui no Canadá, o custo médio de uma diária em hospital é de cerca de Cad$ 800 para atendimentos de emergência. Não dá para ficar sem e contar com a sorte não é mesmo!? Eu recomendo o Seguro da Mondial Assitance, acho o melhor custo benefício sempre contrato nas minhas viagens!

You may also like

10 melhores países do mundo para ser um imigrante
Vancouver é a cidade mais cara do Canada, segundo recente pesquisa
Global Talent Stream – CIC lança a lista de profissões e mais detalhes sobre o novo programa
1 ano em Toronto – aprendendo a amar esta cidade
7 melhores outlets próximos de Toronto
ICEFEST – Festival de esculturas no gelo em Toronto
7 eventos gratuitos para curtir em Toronto em Fevereiro
Canadá é top 10 dos países menos corruptos do mundo
Como trabalhar legalmente no Canada
10 motivos para visitar Niagara Falls

61 Responses

  1. Priscila

    Carina, parabéns pelo blog (nossa familia tem planos para imigrar para o Canada, e o seu blog foi o melhor que encontramos)
    Estamos cheios de duvidas sobre qual seria a melhor opcão de visto para a nossa familía e gostaria de saber se vc poderia nos indicar algum consultor educacional ou alguem que poderia tirar nossas duvidas?

    1. Olá Priscila, tudo bem! Muito obrigada pelo seu feedback, fico muito feliz!!!

      Eu posso sim te indicar um consultor educacional, irei te mandar um email para saber mais detalhes do que você está procurando.

      Abs
      Carina

  2. Olá, Carina!
    Parabéns pela excelente postagem.

    Se possível, gostaria que me ajudasse.

    Eu e minha esposa gostaríamos em ir para Toronto. Primeiramente começar com uns 3 a 6 meses de inglês e posteriormente um College. Por mais que a cotação Canda-Brazil não seja tão alta, gostaríamos de economizar o máximo sem perder qualidade. Poderia indicar escola de inglês (com preço baixo) que conceda o visto de estudante, além de algum college com colocação no mercado a preço baixo (o preço baixo leva em conta a qualidade e renome, então não precisa ser o pior haha)?.

    Desde já agradeço.

    1. Olá Emanuel,

      Muito obrigada pelo seu feedback!

      Como vocês tem a intenção de fazer um college posteriormente, eu aconselho fazer o curso de ingles por um pouco mais de 6 meses, por exemplo: 6 meses + 2 semanas. Porque nesse caso vocês já viriam para cá com o visto de estudos e depois economizariam bastante pois não precisariam pagar para fazer a troca de status (turismo para estudo), e sim fazer apenas uma extensão do visto de estudos caso entrem em um college.

      Caso queira poderei te recomendar uma amiga minha que é consultora educacional, certamente ela poderá te ajudar na escolha de cursos de inglês mais em conta para você e sua esposa.

      Abs
      Carina

  3. Izaela Barbosa

    Ola boa tarde! eu e meu esposo ambos sem ensino superior e nao falamos praticamente nada de inglês, temos uma filha de 3 anos e somos empresários. Temos uma empresa de transporte onde fornecemos nossos serviços de transporte para as empresas offshore. Estamos sendo alvos diariamente da crise, moramos em Macaé /RJ e cada dia que passa esta mais difícil viver aqui, viver no Brasil. Ha algum tempo estamos nos planejando, mas agora esta inflamado e queremos com toda a garra do mundo fazer uma nova vida em outro lugar, pensando diretamente na nossa filha.
    Minha primeira pergunta: Temos chances?

    O meu esposo tem um primo que mora em Ottawa e tem residencia fixa, trabalho e etc.
    li em alguns lugares que existe uma opção para quem tem parentes de 1º grau.
    mas ele nao tem um contato direto (intimo) com o primo, acho inviável e até mesmo grotesco da parte dele pedir algo do tipo.

    Penso em seguir com as próprias pernas sem o famoso jeitinho brasileiro.
    Você acha que seria possível com filho pequeno? até pq ir na ilegalidade prefiro ficar onde estou!

    Aguardo o seu retorno!
    Boas festas!

    1. Olá Izaela,
      Como o processo de imigração para o Canadá é basicamente um sistema de pontos, e na regra geral quem possuir mais pontos pode ser selecionado e convidado a imigrar. No caso os pontos são acumulados em alguns skills como: nivel educacional, nível de inglês, idade e experiência profissional. Como você me disse que não falam inglês e não possuiem nível superior isso já colocaria vcs em desvantagem de pontos. O fato de possuir um familiar aqui já como imigrante não ajuda em nada, nada mesmo! Infelizmente! Uma forma que as pessoas buscam é através de estudos, o jeito seria vcs investirem forte no inglês, e tentar fazer um college ou faculdade aqui, eu escrevi alguns posts sobre esse tema talvez ajude:
      http://outsidebrazil.com/2015/01/09/imigrando-atraves-de-estudos-informacoes-sobre-o-programa-bc-international-graduate/
      http://outsidebrazil.com/2016/02/25/tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-o-pgwp/
      http://outsidebrazil.com/2016/12/05/vale-a-pena-tentar-imigrar-para-o-canada-via-college-ou-faculdade/

      E esse é sobre o sistema de imigração para o Canadá:
      http://outsidebrazil.com/2016/08/11/express-entry/

      Espero que ajude!
      Abs
      Carina

  4. Edgar

    Muito bom o texto Carina! Mas passam os anos e eu não consigo compreender algumas coisas. Vamos lá!
    È sabido que há uma enorme demanda por mão-de-obra nas áreas “low profile” como construção, limpeza, jardinagem, motorista, carregador de caixa, etc, tanto nos EUA, Canada, Inglaterra, etc. Sabemos que o mercado está sempre precisando de mão-de-obra, mas não vemos nenhum governo se interessar em incluir nos programas de imigração, uma categoria voltada para pessoas que podem fornecer este tipo de mão-de-obra. Muito se ouve falar que a alegação é que isso vai tirar o emprego dos nativos. Mas esquecem que os nativos não fazem, ou não querem fazer este tipo de trabalho, pois são pessoas que tem uma condição financeira melhor e podem receber os benefícios para estudar e se qualificar para ocupar outras posições melhores. Desta forma, estes trabalhos sobram pra quem opta pelo sacrifício de ficar ilegal no país, pois o trabalho sempre vai estar lá, necessitando de gente para executá-lo. Imigrar legal, obviamente é a melhor e mais correta opção, porém como você escreveu é um privilégio para os poucos que tem condições de pagar faculdades que custam o triplo do preço que custariam para um nativo, e se sustentar sem trabalhar pelo tempo do curso, ou aqueles que já são os “pica das galáxias” na sua profissão no seu país de origem, para conseguir que uma empresa seja seu sponsor.

    1. Oi Edgar, obrigada pelo seu comentário e por expor a sua opinião. Eu entendo perfeitamente o que você diz, e apesar de saber sobre os empregos low profile não serem preenchidos por mão de obra nativa, acredito que nenhum governo tenha interesse em trazer para seu país, pessoas que não poderão contribuir ativamente para a economia do país, podendo até gerar gastos por talvez virem a precisar icentivos sociais. Fato é que hoje os programas de imigração são voltados para profissionais qualificados.
      Muito obrigada mais uma vez pelo seu comentário.
      Abraços
      Carina

      1. Edgar

        Faz sentido Carina! No fundo o governo sabe que há pessoas trabalhando indocumentadas, sabe que as empresas contratam, porque precisam contratar e não tem outra alternativa, pois se não forem os indocumentados não terão como funcionar, e o governo acaba se beneficiando disso, pois a economia segue funcionando aquecida, e ele economiza em serviços sociais, saúde, etc. É bem como eu desconfio: quem incentiva o trabalho “ilegal” é o próprio governo.
        Abraços!

  5. Olá Carina, sou de Moçambique, África. Achei o seu blog, pesquisando na internet sobre como imigrar para o Canadá. Parabéns, ele muito informativo.

    Eu e a minha namorada sempre sonhámos em morar fora de Moçambique. Ambos temos 35 anos. Eu sou licenciado em Tradução de Inglês–Português e trabalho para o exército moçambicano. Ela é graduada em Farmácia e trabalha para o Ministério da Saúde de Moçambique. Ela também já viajou a trabalho para os EUA, África do Sul, Zâmbia, etc, por conta dos projectos de HIV–SIDA financiados pelo governo americano.

    Sempre vi no Canadá a oportunidade de mudar de vida, pois estou farto dos problemas do meu país, igual vocês aí no Brasil. Em Moçambique, tudo é muito precário e insuportável que abri mão de ter filhos.
    Todos países colonizados por Portugal não têm jeito mesmo, a solução é cair fora.

    Apesar dos salários muito baixos no meu país, há três anos que eu e a minha namorada poupámos maior parte das nossas rendas para realizar o sonho de imigrar para o Canadá. Mas estamos perdendo a batalha em razão da hiperdepreciação do Metical( moeda de Moçambique) .Crise da dívida pública causada pela Frelimo (governo de ladrões há 41 anos no poder desde a independência de Moçambique).

    Gostaria de saber se no Canadá, tem muitas oportunidades nas áreas de Tradução e Farmácia?

    1. Olá Orlindo, muito obrigada pelo seu comentário!!! Fico muito feliz em saber que vc gosta do meu blog.

      Eu respondi por e-mail, ok!

      Somente complementando o e-mail, eu entendo perfeitamente a sua insatisfação com o seu pais e eu sinto muito mesmo, o Brasil também é um pais complicado e está se tornando cada vez mais violento.

      Espero que dê tudo certo para vcs!

      Abs
      Carina

  6. Lana

    Oi Carina tudo bem? concordo em tudo isso que você falou, eu tenho muita vontade de conhecer outros lugares de até mesmo tentar a vida em outro País, mais jamais deixaria meu país, minha liberdade, para mim sujeitar a viver com medo e ilegal. Entre muitas dúvidas que eu tenho, gostaria muito que se possível você pudesse mim responder, eu não fiz faculdade, apenas conclui o ensino médio, e não tenho nenhum super talento para uma grande empresa mim recrutar, então que tipo de visto você acha que eu poderia tentar, qual primeiro passo que devo dar para tornar possível esse sonho de viver no Canadá ?

    1. Oi Lana, muito obrigada pelo seu comentário e por expor o seu ponto de vista!! 😉
      Muitas pessoas optam por tentar imigrar para o Canadá através de estudo, não é nada garantido, mas é uma possibilidade viável, já que com isso vc aumenta consideravelmente seus pontos para o Express Entry, e além disso muitas províncias tem programas de imigração que beneficiam estudantes de faculdades e ou colleges. Dê uma olhada nesse post: http://outsidebrazil.com/2015/01/09/imigrando-atraves-de-estudos-informacoes-sobre-o-programa-bc-international-graduate/ ele é especificamente sobre a província de BC mas já serve como base para vc se informar. Vindo estudar aqui em um college ou faculdade vc terá direito de trabalhar pelo período que estiver estudando e depois de se formar poderá ser elegível ao PGWP que te da direito a permanecer no Canada por até 3 anos com um visto de trabalho full time: http://outsidebrazil.com/2016/02/25/tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-o-pgwp/

      Espero ter ajudado um pouco,
      Abs
      Carina

  7. Débora

    Oi, Carina, quero ir pro Canada pra fazer um curso de 9 meses, ele é em apenas um dia da semana e não é full-time, o que não me dá o direito de participar do programa work-study, certo?
    Porém, você acha que consigo trabalhar “ilegalmente” lá por esse periodo para poder me manter?
    No aguardo.
    Att

    1. Oi Débora, realmente ele é um curso parti-time e por isso vc não terá direito de trabalhar nesse período. Quanto a trabalahr ilegal sempre tem se um jeito né…mais ai é pos sua conta e risco. Eu não saberia te informar nada sobre isso.

      Carina

  8. Michele Engel

    Carina adorei o seu texto, também me sinto estrangeira em meu próprio país. Sinto vontade de chorar quando leio que “pode ser difícil o processo de imigração para o Canadá (Suécia, Austrália, etc…) porque você não terá empregadas, babás e manicures e terá que seguir as regras”. Sério que algumas pessoas veem isso como o ‘lado ruim’ de se morar no Canadá? Como se essa não fosse a realidade básica e fundamental para a construção de uma nação justa e digna para seus cidadãos. Cada vez mais admiro esse país e me esforço todo dia para que o Brasil caminhe nessa direção, mas não está sendo fácil, como você escreveu, somos tidos como otários por seguirmos as regras…Abraços!!

    1. Olá Michele,
      Muito obrigada pelo seu comentário, fico feliz em saber que você gostou do texto!!
      Com relação a sua pergunta, eu também fico muito triste em ver que muita gente chega aqui e ainda continua com as mesmas atitudes que tinham no Brasil, e sim por incrivel que pareça muita gente reclama desse fato de não ter todas as “mordomias”que tinham no Brasil pagando quase nada. Porque aqui dá para ter sim, mas custa muito..mais muito caro. Muitos brasileiros quando chegam aqui ficam super admirados e elogiando o fato de ser super seguro andar nas ruas…etc. Porém quando vão fazer um serviço de manicure por exemplo acha um absurdo o valor que a manicure cobra, ou reclamam dos altos impostos…e não percebem a relação entre pagar um valor justo por um trabalho justo e a segurança nas ruas. Enfim, espero que essas coisas mudem um dia, mas infelizmente acho que o Brasil ainda está muito longe dessa mudança! Te desejo boa sorte e espero que os seu planos dêem super certo!!!

      Abraços
      Carina

  9. Dan

    Ótimo texto Carina, mais lúcido impossível.

    Então…Como você disse ninguém sabe o que é melhor do que a gente…então pesquisar, pesquisar, pesquisar…planejar, planejar, planejar…esse é meu lema…sempre foi mas estou mega ultra super indecisa. Veja se consegue opinar.

    Saí do meu emprego recentemente e já estava planejando desde o ano passado voltar a morar um tempo fora (já morei nos USA ), mas precisamente em Vancouver.

    Fiz o Toefl e tirei 70 em vez dos 90 necessários para entrar direto na Langara College. Eu tenho os 23 mil dólares para pagar o 1 ano de college…mas como não atingi a nota teria que fazer 4 meses de pathway.. mas aí o meu orçamento não fecha… adicionar 4 meses de gastos antes de começar a estudar + curso de inglês.. fica algo como 10 mil dólares a menos do que eu precisaria. Entende? Estou indo com meu namorado em união estável então precisaria de um college público para que ele pudesse trabalhar tb.

    O meu agente me sugeriu fazer pelos menos 2 meses de curso de inglês e aí a ILAC iria me ajudar a encontrar outras opções de cursos..

    É viajar ou montar meu próprio negócio (que preciso esperar até o carnaval pq é um ramo sem crise mais é só daqui há 1 ano).

    O que você me diria lendo isso? Arrisco aí? Sem o dinheiro inteiro desisto?
    Conhece alguma faculdade pública mais barata na área de ADM?

    Eu sei que tudo isso é muito pessoal e difícil mas gostaria de mais elementos para poder decidir melhor.

    Muito obrigada desde já.
    Dan

    1. Dan, muito obrigada pelo seu feedback!!

      É dificil dar uma opinião sobre o que você deve fazer!!! Eu não gostaria de te influenciar…entende?
      Vou te apresentar algumas sugestões:
      1. Tente infestir ainda no Brasil em um curso preparatório para o Toefl ou IELTS, meu marido fez isso e consegiu melhorar muito a nota dele de uma prova para outra, e o investimento é muito mais barato do que 4 meses de Pathway.
      2. Tente ver o preço da BCIT e da Capilano eu não sei o curso que vc irá fazer mas 23 mil no ano tá cara, essas duas que eu citei são públicas e super conceituadas.
      Com relação a BCIT eu tenho conhecidos lá que pagam em média 5 mil por term, que daria algo em torno de 10 no ano, acho que esse valor é mais affordable do que os 23 mil ano da Langara.
      Sobre vir com menos dinheiro, eu te aconselho a vir com pelo menos todo o valor do seu curso, e um pouco para se manter pelo menos nos primeiros meses, até vcs conseguirem um trabalho. O que não é difícil se optarem no começo pelas áreas de serviços e hospitalidade e depois que começarem a trabalhar conseguirão se sustentar por aqui, porém o dinheiro da Facul é quase impossível juntar aqui..pq o salário somente dá para o sustento.

      Espero ter ajudado um pouco..hehehehe

      Boa sorte!
      Abs
      Carina

  10. Ariadne

    Eu simplesmente estou amanhando seus posts. Conseguimos v alguem falando a verdade, sem querer te vender nada. Nossa. Parabens! Tens uma fã.

  11. Adorei as informações sinceras! Tenho feito muitas pesquisas sobre esse processo de imigração. Quando fala no seu post que existe 50 processos de imigração, tem algum link que consigo ver todos. Pode me enviar um link?! Sei que no site do governo tem alguns mas não esse número. Obrigada Flávia.

    1. Olá Flavia, muito obrigada pelo seu comentário!!! 🙂

      Segue o link do consulado: http://www.cic.gc.ca/english/immigrate/eligibility.asp

      são no total:
      13 provinciais – sendo que nestes tem no mínimo 4 tipos cada um – Trabalho/ internationa graduate / International Post Graduate / e um para profissionais de saúde etc. – tem que explorar todos que as províncias oferecem.
      start-up visa
      Family Sponsorship – 5 tipos
      Refugees
      Express Entry – 3 tipos
      Quebec Skilled Worker
      Immigrant Investor
      Sponsorship – por empresas
      Caregivers – 3 tipos
      Self -employed
      Self-employed Quebec

      Acho que são esses!!

      Abs
      Carina

  12. Estela

    Parabens Carina pelo seu post.
    Quero deixar aqui minha experiencia de 4 anos vivendo no Canada.
    Mesmo com meu depoimento, pois cada caso eh um caso, acredito que vir morar no Canada legalmente ainda sera a melhor forma de imigrar. Sempre recomendo a todos que me perguntam que se eh um sonho ou desejo que se preparem, se planejem antes de vir, pois rapadura eh doce mas nao eh mole nao hehehe
    Realmente imigrar para o Canada ilegalmente nao eh nada facil. Nao fiz planejamento para vir para o Canada, pois meus planos era so de visitar uma amiga de infancia. Com 1 mes q estava aqui conheci o amor da minha vida. Ai comecou minha felicidade e as preocupacoes, pois tinha q tomar uma decisao muito dificil. Ir embora e talvez romper com meu relacionamento que estava ainda muito no inicio mas ficando cada vez mais serio (convenhamos, o amor a distancia fragiliza a relacao) ou ficar e fortalecer meu relacionamento, porem ir contra o que eu sempre primei, andar conforme a lei, seja aqui ou no Brasil.
    Optei por ficar e meu relacionamento vai muitissimo bem obrigada rsrsrs.
    Sem saber falar ingles, sem profissao definida aqui, sem moradia… foi uma decisao muito dificil, mas sobrevivi.
    Deixei-me explorar muitas vezes pois necessitava pagar minhas contas. Sim, existem pessoas que se aproveitam dos “seu conterraneos” ou de ilegais que por aqui estao, mas tambem eh verdade que encontrei gente para me estender a mao sem levar nada em troca por isso. Demorei para ter meus proprios clientes mas hoje os tenho.
    Fui rejeitada por alguns brazucas que me olhavam como se eu tivesse uma doenca contagiosissima por ser idocumentada.
    Ouvi algumas historias de pessoas que trabalharam e nao receberam desses exploradores e que foram auxiliados a procurarem seus direitos, mesmo estando idocumentados, pois segundo esses auxiliadores existe sim meios para conseguir recuperar o que se ganhou trabalhando. Tambem se voce for assaltado ou molestado pode procurar a policia sem receio de ser deportado.
    Abri conta em banco mesmo estando ilegal (tudo bem que apenas um banco aceitou essa condicao rsrsr). bem como tirei minha carteira de habilitacao canadense.
    Tambem tive medico de familia atraves de uma instituicao para ilegais, contudo, se precisasse ser internada ou algum tratamento mais serio ai o bicho ia pegar pois sairia muito caro porque a instituicao nao cobriria.
    Tive medo de ser deportada sim mas era um risco que eu como idocumentada tive que correr.
    Tambem foi muito dificil nao poder visitar meus parentes e amigos no Brasil, principalmente quando sabia de que alguem estava internado ou sofreu acidente de carro. Minha vontade era de pegar o primeiro aviao e ir ter com eles, mesmo sabendo que eu nada poderia fazer para ajuda-los.
    Neste tempo conheci muitas pessoas que viveram muitos anos aqui e mesmo tendo conseguido ser residentes permanentes optaram por voltar ao Brasilzao velho de guerra, com todas as suas crises ou defeitos, por estarem cansados do trabalho exaustivo ou do clima em algumas epocas opressor.
    Sinto-me abencoada por tudo que passei de bom e de ruim. Cresci muito nesses 4 anos de Canada. Hoje sou residente permanente (entrei com processo de sponsorship) e acredito que daqui para frente tudo tende a melhorar cada vez mais.
    Como disse no inicio, cada caso eh um caso e essa foi a minha vivencia e experiencia por aqui.
    Tenham cautela e pensem bem, pesem muito na balanca para saber se sera viavel pra voces virem tentar uma vida clandestina fora do seu pais.
    Parabens pelo seu trabalho. Informacao eh tudo de bom e foi atraves de delas que consegui chegar aonde cheguei.

    1. Carlos

      Olá Estela! Muito bacana sua atitude! Queria tirar algumas dúvidas com você, você tem facebook? Add lá se possível! facebook.com/imcadus muito obrigado!

  13. Lauren

    Estou amando a página!
    Estou interessada em trabalhar no canada e estou na fase das pesquisas para entrar no planejamento.
    Sou bacharel em engenharia meu marido tb. Ele tem 8 anos de experiência em industria e estou pesquisando sobre o express entry.
    Eu tenho somente 2 anos e possuo ingles avancado… Fiz um intercambio no eua durante 4 meses.. Ele nível intermediário.
    Bom oq eu quero dizer com fase de planejamento… Investir em lingua. Investir mais na educação. Investir na certificação de proficiência… E principalmente juntar dinheiro!
    Então assim, potencial pra conseguir algo ai temos, mas requer muito planejamento e mais investimento em ser mais competitivo! Não é mesmo??
    Estou adorando o choque de realidade que vc propoe!
    Parabens!

    1. Olá Lauren, muito obrigada pelo seu comentário e pelo seu feedback, fico feliz em saber que vc está curtindo o meu blog!!!
      Eu acredito mesmo que o planejamento é muito importante, e para ser bem sincera se vcs forem aplicar pelo express entry invistam muito no inglês, ele tem um peso enorme e como vcs já possuem bastante experiência acredito que o inglês seja a chave.
      Muito obrigada!!!

      Abs
      Carina

  14. Texto maravilhoso Carina! Concordo com tudo! Tem muita gente que quer sair do Brasil com a desculpa que nao aguenta mais a situacao do pais e ai pensa em ir pra um lugar melhor mesmo que seja ilegalmente mas nem se quer se da conta que o problema ta na propria pessoa. Se reclama tanto das acoes dos outros, por que raios quer ter o mesmo tipo de comportamento fazendo coisa errada aqui fora! Nao entendo como a cabeca dessa gente funciona o_O So sei que nao importa pra onde vao e nem se sera legalmente ou nao, mas vao continuar disseminando aquilo que tanto reclamam do Brasil, triste!

  15. Diego Machado

    Boa tarde

    Eu e minha esposa estamos pensando em morar fora do Brasil.

    Penso que nossa melhor opção seria um lugar onde fale inglês, (língua que já domino) e tenham um bom mercado de trabalho e receptividade com estrangeiros.

    Canada apareceu liderando nestes quesitos.

    Gostaria de saber como poderíamos os dois irmos legalmente. Vi muitas opções na internet, parece que mais segura seria empregado, porém extremamente concorrido, podendo levar anos para conseguir um. Outra opção mais rápida seria um visto de um curso, como pós graduação que daria uns 2 anos de visto, porém ela teria que ser aprovada junto comigo e teria que ter fluência no idioma também.

    Gostaria da sua opinião, se é isso mesmo ou se tem alguma outra opção.

    O que eu realmente não posso abrir mãe é de ir com ela e de não leve mais um ano, um ano e meio para isso acontecer.

    Obrigado

    1. Olá Diego,

      Realmente conseguir um emprego no Canada ainda estando no Brasil é realmente muito difícil (não impossível) mas muito difícil! Vir fazendo um curso de pós-graduação é uma opção para quem deseja vir a curto prazo, pois daria a possibilidade de o casal vir um com visto de estudo e trabalho e o outro com visto de trabalho full time, porém é uma opção cara e não tem garantias de imigração (é um caminho mais não uma certeza), e se vc vier estudar a sua esposa não precisa ter inglês, porque a exigência será somente para vc, ela poderá estudar inglês antes para se sentir mais confortável para procurar um trabalho aqui. Como vc disse que tem inglês fluente vc ja tentou simular a sua pontuação no sistema de imigração Express Entry : http://www.cic.gc.ca/english/immigrate/skilled/crs-tool.asp dê uma olhada nesse link, se tiver um perfil legal é melhor se aplicar para o EE e tentar já vir para ca com visto permantente.

      Abs
      Carina

  16. Bruna

    Adorei o texto! Ontem mesmo saí de um desses grupos de “ajuda”, que estava mais me irritando do que ajudando. Bom, sei que serei criticada pelo meu comentário mas é o que eu penso. Não sou melhor do que ninguém por ter conseguido viajar e conhecer o Canadá, Toronto especificamente. Me apaixonei por esse lugar e dos meus 26 anos, foram os melhores 15 dias vividos até hoje. 15 dias que não tive medo de ser assaltada, de poder usar meu celular na rua sem medo de alguém pegá-lo e sair correndo. Ou poder mexer na minha carteira para pagar o café, sem medo de que alguém ficasse reparando quanto tinha dentro dela para poder subtrair de mim. Mas, enfim, tive que retornar ao meu país e retornar a realidade brasileira. Uma coisa que sempre odiei aqui é o tal “jeitinho brasileiro”. Tudo sempre tem um jeito pra alguém que não cumpriu determinadas regras para conseguir seu objetivo. Isso é ridículo!!! E muitas vezes esse cidadão sai mais beneficiado do que alguém que fez o caminho correto. Quem está aqui acha isso normal, é incrível. Não é normal, é errado. E eu sou uma extraterrestre aqui por achar isso. Aí quem viu que vc viajou te acha esnobe porque você trabalhou, planejou, juntou dinheiro, abriu mão de certas regalias, ouviu vários esculachos de chefes para manter seu emprego. E quando eu transmito o que vi lá fora, que é um mundo “perfeito” (lógico que em qualquer lugar existem problemas, mas acredito não ser 1% dos problemas que enfrentamos todos os dias no Brasil, como o fato que, devido a violência e a impunidade, você possa não voltar pra casa ao fim do dia), onde as pessoas te respeitam, sabem os limites, tem educação e que acho aqui o fim do mundo, sou fresca! Agora iniciei as pesquisas para a possibilidade de imigração e não são nada fáceis. Entrei em grupos para tentar achar a maior quantidade de informações possíveis e me deparo com a seguinte questão postada por diversos membros dos grupos: Como faço para imigrar para o Canadá? Qual a maneira mais fácil de sair do país? Meu amigo, a melhor maneira é você parar de ter preguiça e começar a utilizar o Google para coisas úteis. Só aqui existe esse maldito jeitinho. Para cair fora daqui não vai vir ninguém pegar na sua mão, te dar uma cartilha e te dar as passagens para vc viajar. Acho que a primeira coisa que devemos ter consciência: não tenha preguiça, não pense em atalhos, não pense porque vc fez 10 anos de inglês que vc é fluente (acredite, muitas vezes você pode ter tido aulas com um professor que nunca saiu do país, então ele não sabe realmente como as pessoas falam inglês, ele sabe gramática, mas pronúncia, só vivendo com um falante nativo), não será fácil. Quer vender tudo o que vc tem aqui e ir para o Canadá sem planejamento nenhum, achando que tudo é lindo: NÃO VÁ!!! Vc é mais um brasileiro achando que a vida é fácil, então por favor não estrague a minha possibilidade de ir embora dentro das regras! Desculpe a extensão do comentário, mas precisava desabafar. Abraços, Bruna.

    1. Olá Bruna, é realmente muito triste a gente não poder viver bem em nosso país, eu entendo perfeitamente tudo o que vc falou, o que pesou muito na minha decisão de tentar uma vida fora do Brasil não somente a insegurança,mas também o fato de ser tratada como idiota justamente por querer fazer as coisas corretas…e a questão é que nesse sentido eu me sentia mais um imigrante no meu país do que aqui, onde eu vejo que existe um certo respeito pelos outros, um senso de comunidade maior!!! E o que acho mais engraçado é que tem muita gente que viaja para outros países e quando volta ao Brasil elogia o fato de tudo funcionar bem em outro país e no Brasil não…quando vai ver essa pessoa tá fechando os outros no transito, furando fila e falsificando carteira de estudante para pagar meia!!! Enfim o resto é história que todos nós estamos cansados de saber.
      Muito obrigada pelo seu comentário, muito obrigada por compartilhar o que vc pensa!! E caso precise de alguma coisa, ou tenha duvidas sinta-se super à vontade para me perguntar, ficarei muito feliz em ajudar no que eu souber e puder.
      Boa sorte!!
      Abs
      Carina

  17. Priscilla Santos

    Bem isso Carina, fico indignada quando escuto as pessoas falando – Ai eu fui numa reunião sobre imigração para o Canadá, pois o Canadá precisa de imigrantes e por isso é muito fácil e vai resolver a minha vida, tipo ganhar na mega-sena! rs. Mas justo estas pessoas não tem um mínimo de fluência no inglês ou francês (algumas nem sabem que o Canadá é bilíngue em algumas regiões e/ou quais regiões), nem sabem o que é um exame do TOEFL ou IELTS, e etc. Enfim, nem pesquisaram e saem por ai falando que vão imigrar. Bom só desejo boa sorte pra essas pessoas, rs. Mas enfim, bacana esse choque de realidade para os Brasileiros ficarem um pouco mais espertos. Oportunidades tem sim, há anos acompanho o site oficial do Canadá, mas você no mínimo precisa correr atrás do perfil ideal para se candidatar e planejar muito, e ter essa consciência de que pode levar vários meses para conseguir um emprego, você precisa ter uma boa reserva financeira, porque Vancouver é bem carinha, rs.

    1. Ola Priscilla, pois é eu também fico bastante indignada, as pessoas confudem as coisas: o Canadá precisa sim de imigrantes..mas as pessoas acham que o Canadá está desesperado por imigrantes e não é isso! O Canadá quer gente qualificada, com mais de 2 anos de experiência profissional em uma profissão e cargos que sejam interessante para a economia do país, quer pessoas com inglês no mínimo avançado..tem um monte de requisitos que é necessário se enquadrar. Mas enfim, as pessoas somente ouvem o que é conveniente para elas. E assim caminha a humanidade.
      Muito obrigada por compartilhar o seu ponto de vista!
      Abs
      Carina

  18. Mel Salvi

    Hoje estou desanimada com todo processo LEGAL. Não importa ter o inglês avançado, ter verba pra custear a estada, um bom CV. Parece que só querem estudantes!

    Desculpa! Mas eu precisava desabafar!

    1. Eu te entendo perfeitamente Mel, eu as vezes tenho a impressão de que os programas de imigrações estão cada vez mais restritos, e os programas de estudo em em college ou faculdade são aprovados com mais facilidades porque é vantajoso para o governo, sendo que este enche os cofres de dindim com gente que não dará nenhuma despesa, e depois disso só consegue imigrar quem tiver sorte!!! Mas eu tenho esperanças que alguma coisa ira’mudar logo, o novo governo é pro imigração, então eu acho que logo logo as coisas melhorem.

      Abs
      Carina

    2. Na verdade, quem so’ quer estudantes sao as agencias. Se voce entrar no site do cic e depois olhar os processos provinciais, vai perceber que ser estudante eh o processo mais caro. No final das contas, vale muito mais a pena ir pra uma cidade nao muito conhecida, do que gastar todo o seu dinheiro fazendo um college que nem eh garantia de imigracao. Apenas pesquise bastante e nao desista

  19. Carina, muito bem escrito. Esse texto pos em palavras Que tento dizer a varios amigos meus Que me enviam muitas perguntas. Acredito Que ha uma disparidade de certa forma com a expectativa de muitos ao chegarem aqui, e com o Que realmente a realidade condiz. Textos assim Que relatam a realidade precisam ser divulgados para Evitar futuras frustracoes. 🙂

  20. Menina, que post útil! Eu já tinha me ligado do que VC falou sobre grupos de imigrantes, depois desse post eu até tive vontade de sair desses grupos. Obrigada por ser tão sincera e direta.

    1. Olá Grazi, muito obrigada pelo se comentário!! Eu acompanho vários grupos, e no início eu era muito ativa, porém depois de muitas coisas que eu “vi” eu acabei desistindo!!! Hoje eu acredito que ajudo mais as pessoas pelo meu blog…pelo menos dá para ser sincera e falar o que eu realmente penso sem ter o meu comentário apagado!! kkkk

      Abs
      Carina

  21. Carina, você tirou as palavras da minha boca. Recebo diariamente este tipo de pergunta (algo do tipo: vamos estudar inglês e arranjar um emprego para nos bancar, será que consigo trabalhar ilegalmente, quero ir para o Canadá e não me importa de trabalhar como faxineira ou qualquer coisa para me sustentar) mas nunca tive a sua coragem de escrever o que eu realmente acho. Eu sempre respondo as mensagens dizendo que é ilegal e que a pessoa não poderá trabalhar, mas não dou detalhes. Acho que vou começar a mandar o link deste seu post para eles… 🙂

    1. Oi Gaby, eu imagino mesmo a quantidade de emails que vc recebe, e puxa vida pq será que as pessoas nos perguntam isso, será mesmo que elas precisam do nosso aval para fazer isso?! Eu não entendo. Sem contar que tem tantos países como Australia, Nova Zelândia e Irlanda que ainda tem programas de estudo de idioma e trabalho, pq será que a pessoa quer se sujeitar a vir para o Canada e ficar ilegal ou trabalhar sem poder! Ainda se não tivessem outras opções!!! E o pior se vc der a sua opinião verdadeira ainda será acusada de ser destuidora de sonhos!! hehehe Se vc quiser mandar o meu link pode ficar super à vontade, eu quis escrever sobre esse assunto mesmo com medo de me expor para que eu possa filtrar esses tipos de perguntas e poder dar atenção para as pessoas que querem vir da maneira correta!
      Obrigada pelo seu comentário!!!
      Abs
      Carina

  22. Jan Carneiro

    Boa noite,

    você saberia responder, por gentileza, essa minha pergunta: caso eu aplicasse para um visto de estudo + trabalho (fizesse um college de dois anos por exemplo) e fosse aceito, eu poderia ir na frente e minha família ir depois? qual seria esse prazo limite para a minha família?

    Muito obrigado!

    1. Olá Jan, me desculpe a demora em responder, eu não sei porque a sua mensagem estava na minha caixa de spam, e eu achei somente agora!!!

      Eu realmente não tenho certeza se a sua familia pode vir depois de vc, eu acredito que o ideal seja que venham juntos….mas eu não sei pq não conheço nenhum caso de famílias que tenham vindo separados.

      Abs
      Carina

  23. Lele

    Parabéns! Excelente texto! Realmente é impressionante como as pessoas querem td pronto e nao se dao ao trabalho de pesquisar nada correndo o risco de pagar mais caro e de chegar no Canadá sem ideia de como o mercado de trabalho e o país funciona pois nem isso as vezes é verificado. É claro q muitas vezes as coisas n sairão como planejado mas pesquisando previamente vc se prepara melhor e evita ficar a mercê de informações incorretas.
    Muito obrigada!

      1. gabi

        Ola. Li o texto e concordo.. Porem nao da pra negar que o canada faz vista grossa sim pras pessoas que trabalham ilegal. Conheco varias pessoas, latinas principalmente, que veio pra toronto pra estudar inglês e ficaram e arranjaram servico. Nao estou falando q eles tão bem de vida por isso, mas acredito q o governo nao faca tanta vista grossa.

      2. Olá Gabi, ele tem bastante fiscalização sim, porém o país é enorme e eu acredito sim que tenha um monte de gente ilegal! Porém a questão é que, essas pessoas muito dificilmente irão conseguir regularizar a situação deles aqui no Canadá, mesmo que um dia apareça uma super oportunidade de sponsor, eles serão questionados sobre o tempo que ficaram ilegal (pq tem como saber) e não terão o visto aprovado…tive um amigo nessa situação e ele teve uma ótima oportunidade mas no entanto não tevo o seu visto aprovado!

Seja bem vindo e muito obrigada por seguir o OutsideBrazil!

%d bloggers like this: