17
Mar
2016
10

O dia que nos tornamos imigrantes no Canada

Eu acho que esse post é o mais esperado por mim nessa minha recente vida de Canadá! Eu acho não, eu tenho certeza!!! Foram exatos 21 meses e um total de 636 dias desde que colocamos o nosso aplication package no Canadá Post no dia 13/06/2014. Mas é claro que se fosse considerar todo o nosso “Projeto canadá” ele se iniciou muito antes dessa data, lá atrás em meados de 2011 quando decidimos que iríamos mudar nossas vidas definitivamente. De lá para cá foram muitas..muitas decisões, planos e mais planos, coisas que não deram certo, coisas que deram certo, lágrimas, despedidas, ansiedade, saudades, medo…muitos status no passaporte e uma confusão de sentimentos sem tamanho…para enfim poder dizer – somos imigrantes, enfim nos tormanos residentes permanentes no Canadá. E sabe o que isso significa, um UFAAAAA bem grande! A nossa vida começa novamente, no dia 16 de Março de 2016 quando fizemos o nosso Landing, etapa final do processo de imigração! Acho que nunca fiquei tão feliz de falar com um oficial de imigração.

Sobre o nosso processo de imigração

Quando cogitamos a idéia de vir para o Canadá, em 2011, tudo mudou radicalmente em nossas vidas! Tinhamos acabado de comprar o nosso apartamento em São Paulo, reformar e decorar do jeito que a gente tinha sonhado esse era então o nosso principal achievement até aquele momento. Porém apesar de estarmos felizes com a nossas conquistas, viver em São Paulo já não era mais algo que dava para levar. Então eu mergulhei no site do CIC e estudei ele de cabo a rabo, comecei a me informar sobre todos os processos existentes para tentar ver em qual deles no nosso perfil se enquadrava, lia tudo o que via sobre o Canadá em blogs e sites e tudo…viramos zumbis heheheeh Em Março de 2012 fizemos a nossa visita explorátoria à Vancouver, cidade que escolhemos para essa etapa inicial do nosso processo. Não preciso nem dizer que me apaixonamos né!?

Apesar de vir para o Canadá com visto de estudo (Faculdade) e o meu marido com o Open work Permit, o nosso plano A sempre foi o Canadian Experience Class (CEC), isso porque no nosso caso o meu marido conseguiu “ser transferido” e continuou trabalhando na mesma empresa que trabalhava em São Paulo, só que contratado pelo Canada, já que a empresa possui um escritório aqui em vancouver. Como a empresa não arcou com a transferência e nem o visto (a decisão de vir para o Canada foi nossa e não da empresa), para garantir o emprego dele aqui no Canadá nós tivémos que providênciar o visto. Portanto, o programa de estudos em faculdade + work Permit foi o meio que achamos para o meu marido ter o visto de trabalho, então programa de estudo + trabalho sempre foi o nosso plano B para imigração, porque afinal de contas ele não era nada garantido e é demorado conseguir imigrar por esse programa (minha opinião). Muitos irão dizer e alguns já até disseram que tivémos “sorte”, mas não foi sorte, foi muito tempo investido nesse projeto, tempo que o meu marido não mudou de emprego no Brasil mesmo tendo ofertas melhores, tempo trabalhando como um louco até altas horas, somente para provar para os superiores que ele tinha o seu valor, tempo ganhando menos do que merecia..tudo visando essa possibilidade, que no final deu certo. Meus anos de faculdade aqui não foram nada fáceis, e a minha adaptação foi turbulenta (como já relatei em outros posts). Enfim, o que alguns chamam de sorte eu chamo de trabalho duro, determinação e foco! Afinal as renúncias foram muitas, mas valeu à pena!

Landing day 2

Dia perfeito para se tornar imigrante – Foto: OutsideBrazil

O Canadian Experience Class (CEC) consistia (coloco no passado porque hoje as regras para aplicação para esse processo mudaram totalmente) basicamente em: completar 1 ano de experiência  profissional (full-time) no Canadá em uma profissão qualificada (NOC 0, A ou B) + proeficiência no inglês para o nosso caso o exigido era 6.5 IELTS General. Enfatizo que quando aplicamos para o CEC o EE entry ainda não tinha entrado em vigor, e para saber mais sobre esse programa nos moldes atuais deêm uma olhada no site do CIC: http://www.cic.gc.ca/english/hire/cec.asp

Nossa Timeline – CEC

*no final tem a tabela com todos os custos envolvidos no processo

Janeiro 2014 – Gabriel completa 1 ano de trabalho/experiência no Canadá em uma profissão qualificada, a NOC dele é A.

Março de 2014 – Resultados do IELTS (Eu coloquei o link da escola que optamos por fazer o preparatório e o test para o IELTS aqui em Vancouver).

Janeiro até Maio de 2014 – envolveu eu estudar o processo do CEC a fundo (já que resovemos aplicar sozinhos) e juntar toda a documentação necessária, todas as traduções juramentadas e preenchimentos dos formulários. Custos de tradições juramentadas:

13/06/2014 – enviamos no nosso aplication package para o CIC.

17/06/2014 – confirmação de entrega do Canada Post

05/08/2014 – recebemos o e-mail do consulado (Centralized Intake Office de Sydney) confirmando a abertura do nosso processo, ou seja à partir dessa data o nosso processo foi aberto oficialmente, esse email siginifica que eles revisaram e nossa aplicação estava completa. Até esse momento o clima era de suspense total…não tinhámos nada de concreto, não sabíamos se o nosso processo seria aberto ou se eles iriam mandar de volta.

29/01/2015 – pedidos de impressões digitais e antecedentes criminais no Canada.Nós já haviámos anexado os antecedentes criminais do Brasil que no total são 3 para cada aplicante – Federal, Estadual e Municipal (se eu não me engano), todos foram tirados de graça e pela internet, isso é realmente uma facilidade, porém tem que ser traduzido por um tradutor juramentado. Porémm, como a gente já estava morando no Canada eles pedem os antecedentes daqui também.

29/01/2015 – impressões digitais feitas no RCMP (Royal Canadian mounted Police)

11/01/2015 – chegou o resultado do RCMP e enviamos para o consulado no mesmo dia.

13/02/2015 – confirmação de recebimento dos resultados do RCMP.

Na época que aplicamos o CEC tinha um prazo de 12 meses para ser processado, sendo assim em agosto de 2015 estávamos esperando uma boa notícia, porém esse boa noticia demorou muito mais do que o previsto. Em Janeiro de 2015 o governo conservador instituiu o Express Entry, ou seja, como esse era o novo programa foco do governo, acredito que por uma jogada de Marketing, todos os esforços foram voltados para que o EE desse certo, isso causou um Back Log imenso nos outros processo, incluíndo o meu!

17/07/2015 – primeira ligação de follow-up – como não havíamos recebido mais nenhum notificação do consulado e por nossos cálculos já teríamos que ter recebido no mínimo a solicitação dos exames médicos, resolvemos ligar. Falamos com uma central, que nos garantiu que abririam um chamado no sistema e em breve receberíamos um e-mail com o nosso status.

20/07/2015 – segunda ligação de follow-up – como não recebemos o e-mail resolvemos ligar novamente, nessa ocasião a central da Tim  do CIC pediu para aguardámos 2 MESES para eles averiguarem e se não recebéssemos nenhum feedback para ligar novamente em SETEMBRO. (agora imaginem o nosso desespero).

10/08/2015 – o consulado acrescentou 2 linhas na nossa timeline no site do CIC, somente dizendo que o nosso processo foi aberto em 19/08/2014 (informação inútil que não mudou a nossa vida em NADA).

17/09/2015 – terceira ligação de follow-up – nos informaram que ainda estavam checando nossos documentos para ligarmos novamente em 2 meses…em NOVEMBRO. (Nessa hora eu já estava mandando a Judith a M&%&..e vamos ser sinceros, eu já estava em pânico, e eu não consigo descrever para vocês esse momento…mas foram os piores da minha vida, é muito dificil você ficar sem ter uma informação que irá mudar a sua vida, o descaso do CIC foi imenso, e não tinhámos com quem reclamar já que não conseguiámos nem saber sobre o nosso processo. O jeito foi engolir a ansiedade e aceitar, já que imigrar é um “privilégio” concedido pelo Canadá a nós probres aspirantes.

19/10/2015 – quarta ligação de follow-up – nessa ocasioão a Judith (kkkkk piadinha) nos disse que eles ainda estavam checando, porém nos sugeriu pagar a taxa de Right of Permanent Resident RPRF porque se deixassémos para pagar depois isso iria atrasar ainda mais o nosso processo, e como essa taxa é reembolsável, caso no nosso processo fosse negado (bate na madeira 5 mil vezes) nós resolvelmos pagar.

17/01/2016 – mandaram a nossa requisição de exames (finalmente), o alívio aqui foi tão grande que vocês não conseguem imaginar, finalmente depois de 1 ano ..já que a última requisição foi em janeiro de 2015 resolveram sentar a bunda na cadeira e dar andamento no nosso processo. Os exames consistem em uma consulta em um médico credenciado pelo CIC, mais 2 exames: RX e exames de sangue e urina.

21/01/2015 – exames enviados para o CIC.

28/01/2016 – exames recebidos no CIC.

Passaportes envio

Enviando os passaportes – Foto: OutsideBrazil

02/02/2016 – pedidos  dos  passaportes – nessa fase você nao sabe se o seu processo foi ou não aprovado, mas…para que pediriam o passaporte não é mesmo..então assumidos que estava tudo ok e mal conseguiámos segurar o nosso entusiamos e a nossa felicidade!

03/02/2016 – o status na nossa timeline no CIC mudou para: Decision has been made (ou seja eles aprovaram, quer dizer…acho que aprovaram hehehehehe yupeeeee!

23/02/2016 – enviamos os passaportes, só não enviamos antes porque estávamos no Brasil em férias. (pensei…chupa…agora espera ai!!! Brincadeira, não via a hora de voltar para o Canadá para mandar os passaportes hehehehe)

10/03/2016 – o CIC enviou o nosso passaporte de volta junto com toda a documentação necessário para o Landing. E o mais lindo de tudo: o nosso visto com o status de imigrant!

16/03/2016 – fizemos no nosso landing, fomos até a fronteira de Vancouver com o estado de Washington na Peace Arch, o processo é bem simples e não nos pediram nenhum documento fora os que vieram com o passaporte. O oficial foi super de boa e até brincou…dizendo que alívio hein…não vão mais precisar de permissões!!

Agora estamos esperando o nosso PR Card que o oficial nós falou que leva em torno de 6 semanas para chegar, perguntamos também se precisassemos sair do país nesse período se seria possível, e ele nos informou que sim, por terra não seria problema, já que o nosso status no sistema já é imigrante e nós temos o documento provisório em nossos passaportes.

Landing1

Nosso Landing at Peace Arch na fronteira dos EUA com o Canadá – Foto: OutsideBrazil

Gente é indescritível essa sensação, hoje foi um dos dias mais felizes da minha vida!! e eu desejo essa mesma felicidade à todos vocês! Espero que os sus planos dêem certo e que vocês todos que querem imigrar para o Canadá tenham muito foco, determinação e coragem, não é fácil …mas se fosse a gente não daria tanto valor.

Tabela de preços do nosso processo CEC

Etapa Custo
IELTS C$ 300.00
Traduções Juramentadas C$ 750.00
Fotos C$ 32.00
Correios C$ 80.73
Taxa de aplicação no CEC (C$550 por aplicante) C$ 1100.00
Antecedentes criminais + digitais no canada) C$ 120.00
Right of Permanent Resident fee C$ 1040.00
Exames (RX + Exames laboratoriais + consulta médica) C$ 530.00
Curso preparatório para IELTS C$ 455.00
Total C$ 4,407.73

Na época optamos por fazer o nosso processo sozinhos, porém chegamos pegar dois orçamentos de consultoria de imigração e nos foi cobrado: C$ 4.000,00 e C$ 4.500,00 (Preço de 2014), ou seja o valor de nossa aplicação iria dobrar se tivéssemos contratado os serviços. Antes que vocês me perguntem se vale ou nao à pena contratar um consultor de imigração, eu irei dizer: cada um sabe de suas necessidades e capacidades, no meu caso eu diria que estudando o nosso processo eu me senti confiante para aplicar sozinha. Todas as informações que eu precisei estavam no site do CIC, para cada processo existe um check-list e eu fui seguindo o check list passo-a-passo, eu não achei difícil, mais o meu caso também não estava dificil. Então acredito que essa decisão vai de cada um, no meu caso era pagar um consultor ou um termo da faculdade hehehehehe…ah e lembrem-se que ainda tem os outros custos envolvidos, conforme escrevi no post: O custo de se manter legal no Canadá, ou seja o custo além do PR.

Siga o Outside Brazil clique nos links abaixo:

https://www.facebook.com/outsidebrazil
https://twitter.com/OutsideBrazilBl
https://www.instagram.com/cacaiani/

Está buscando as melhores opções de Hotel, temos uma ótima parceria com o Booking, não deixe de conferir:



Booking.com

You may also like

10 melhores países do mundo para ser um imigrante
Vancouver é a cidade mais cara do Canada, segundo recente pesquisa
Global Talent Stream – CIC lança a lista de profissões e mais detalhes sobre o novo programa
1 ano em Toronto – aprendendo a amar esta cidade
7 melhores outlets próximos de Toronto
ICEFEST – Festival de esculturas no gelo em Toronto
7 eventos gratuitos para curtir em Toronto em Fevereiro
Canadá é top 10 dos países menos corruptos do mundo
Como trabalhar legalmente no Canada
10 motivos para visitar Niagara Falls

17 Responses

  1. Thiago

    Carina, muito obg pelo relato e meus parabéns!! Gostaria de tirar uma dúvida, eu e minha esposa pretendemos ir no ano que vem, e já estamos nos organizando desde já, a dúvida é: como é o procedimento para aplicar no college? documentação necessária, é preciso fazer alguma prova ? (desculpa mas não encontrei essa informação pode ter sido descuido meu hehehe)

  2. Ana

    Oi Carina, tudo bem?
    Muito legal o seu blog, bem informativo. Está me ajudando bastante.
    Queria tirar uma dúvida com vc se for possível…
    Nesse período que vcs estavam em processo, vcs tinham direito a trabalhar?
    Pergunto isso pq gostaria de saber se depois de ter acabado o 1 ano de PGWP, a imigração te dá o direito de permanecer no Canadá trabalhando legalmente enquanto vc espera pela decisão do PR?
    Se vc puder ajudar agradeço!

    1. Oi Ana, estou bem e você?
      Fico muito feliz que o meu blog esteja te ajudando…muito obrigada pelo seu feedback!!! <3 <3
      No meu caso sim porque eu e meu marido tínhamos permissão de trabalha antes de aplicar para o processo de imigração, ele tinha uma open work permit e eu tinha off campus work permit e depois uma PGWP e quando se entra com o processo de imigração, uma vez o candidato recebendo a confirmação do cic falando que o processo foi aberto, podemos ir renovando nossas permits baseado nisso até sair a decisão final do processo de imigração.
      Espero que tenha respondido a sua dúvida..hehehe
      Abraços,
      Carina

  3. Maíra

    Parabéns pela conquista! Muito legal mesmo. Que tudo continue dando certo para vocês 🙂
    Pode tirar uma dúvida? Você disse que estudou Business. Você conseguiu arrumar emprego? Se sim, quanto tempo depois de se formar?
    Obrigada

    1. Olá Maíra,

      Muito obrigada!!! 😉

      Quanto ao emprego, eu não estou procurando efetivamente, estou com alguns planos e também tenho me eventurado em outras áreas que vem dando super certo!!

      Obrigada pelo seu comentário.
      Abs
      Carina

  4. Priscila Takayama

    Carina!

    Olha como são as coisas…. Eu ia hj para Vancouver, porém tive problemas com o visto de turismo. Dai que fiquei super chateda. Hj recebi um email da FDU confirmando que minha matricula foi aceita!! Felicidade 1.
    Entrei no seu blog agora e dei outro grito de alegria! Felicidade 2!!!
    Parabéns a vc e ao seu marido, estou mto feliz por vcs!!
    No final todo esse esforço valeu a pena!!!!
    Em Agosto esterei chegando ai em vancouver, não vejo a hora de um dia ter essa alegria que vcs estão tendo.

    Um grande abraço.
    Priscila Takayama

    1. Oi Priscila,

      Que delícia de mensagem!!! Muito obrigada pela torcida hehehehe..
      E também fico muito feliz com a sua aprovação na FDU, desejo muito sucesso para vc na sua nova jornada!

      Abcs
      Carina

  5. Nossaaaaa, que alegriaaaaaa!

    Parabens Carina e Gabriel pela conquista, pelo esforço e por todo merecimento.
    Fico muito contente quando vejo uma historia de muita dedicação com um final tão feliz, final não né, começo de uma nova história.

    Grande abraço!

Seja bem vindo e muito obrigada por seguir o OutsideBrazil!

%d bloggers like this: