19
May
2016
6

Como Toronto entrou na minha vida

Há mais ou menos 1 ano atrás começamos considerar uma possível mudança para o lado leste do Canadá. Cogitamos inicialmente as cidades de Kitchener e Waterloo na província de Ontário. Essas duas cidades ficam localizadas em uma região conhecida como o “Vale do Silicio Canadense”, isso porque  elas concentram grandes empresas na área de tecnologia e várias start-ups, e para quem não sabe o meu marido trabalha nessa área, portanto essa região seria uma ótima opção para ele.  Mas isso eram apenas pensamentos e não planos concretos, começamos pesquisar muito sobre Ontário e pesar os prós e os contras dessa mudança. Porém, em Abril desse ano as coisas começaram a ficar mais sérias e nossos planos saíram definitivamente do papel.

Prós e contras da mudança

Prós

  • Distância – apesar de amar Vancouver, estava começando a me sentir muito afasta de de tudo lá. Toda vez que pensava em ir ao Brasil visitar a família essa decisão pesava muito, pois são horas e mais horas de vôo. Então a distância sempre pesou muito nessa decisão!! Estar em Ontário, significa vôo direto para o Brasil, sem contar que fica bem mais perto de tudo…tem Nova York do lado, Ottawa, Montreal, um monte de cidades novas para se explorar.
  • Fuso horário – o meu marido trabalha em uma equipe global, e a maior parte de sua equipe está na europa, inclusive o chefe dele, sendo assim ele tinha que acordar muito cedo para poder participar de algumas reuniões..e quando eu digo cedo é cedo mesmo, as vezes de madrugada.
  • Empregabilidade – sim Ontário concentra praticamente 60% de todas as vagas de emprego no Canadá. Eu passei 1 ano depois de formada procurando emprego na minha área em Vancouver, bastou tomar a decisão de me mudar para Ontario e começar a explorar o mercado aqui, e eu consegui vir para cá empregada.
  • Real State – basta começar a olhar um pouquinho o mercado imobiliário de Vancouver para perceber que ele é insano! Acreditamos que nós nunca conseguiríamos comprar uma lar justo para a gente lá. Só se tivessemos uma conta bancária como a dos chineses. Mas isso é assunto para outro post!
  • Terromoto – você pode até achar que é besteira, mas depois de sentir tudo tremer por alguns segundos causado por um terremoto de 4.9 de magnitude no final do ano passado. Começamos a considerar as ameaças do The Big One mais reais do que nunca. Para quem não sabe o The Big One é como se referem ao grande terremoto que fará Vancouver sumir do mapa, claro que ele pode nunca acontecer, mas se acontecer eu não gostaria de estar lá.

Contras

  • Clima – confesso que eu estou com medo de passar o meu primeiro inverno aqui em Toronto, mas perto de tantos pontos positivos, resolvemos encarar assim mesmo.
  • Beleza– Vancouver é uma cidade linda, e sem contar que a natureza dela é exuberante. Claro que Toronto tem a sua beleza, mas não é como Vancouver. São cidades completamente diferentes.

Como Toronto entrou na minha vida!

Toronto2

Old Town Toronto – Foto: Outside Brazil

Como eu citei anteriormente, nossos planos estavam voltados para um cidade bem menor no interior de Ontário, eu sempre quis conhecer Toronto, mas não morar! Portanto eu acho que Toronto me escolheu. Eu comecei a olhar as oportunidades de trabalho do lado leste e até me inscrever para algumas vagas. E Algumas inscrições depois e 3 entrevistas por skype eu fui chamada para uma entrevista final aqui em Toronto e passei. Sendo assim os planos que antes eram de mudar no final de junho foram antecipados para Maio. Outro ponto importante e que pesou muito nessa decisão de vir para Toronto foi que a matriz no Canadá da empresa do meu marido fica aqui também e com isso ele estaria mais perto de onde tudo acontece…já que em Vancouver o escritório é muito pequeno e não tem muitas oportunidades por lá.

Eu confesso que fiquei um pouco ressentida com Vancouver, pôxa afinal eu amo a cidade…mas eu não tive muitas oportunidades lá! E olha que tentei bastante!!! Então,  se essa oportunidade teve que acontecer há 4400 km de distância de Vancouver, porque não agarrá-la? Sendo assim encerrou-se um ciclo na minha vida, e começa um novo aqui em Toronto.

O que veremos daqui para frente no outside Brazil?

3 anos atrás, quando comecei a escrever o blog, a escolha do nome estava vinculado a minha experiência de estar vivendo fora do Brasil, eu não quis colocar nada no nome relacionado à Vancouver, porque eu sinceramente achava que essa mudança para uma outra província pudesse acontecer. Então, eu quis um nome mais neutro. No blog vocês encontram muitas informações de vancouver, porque foi em Vancouver que eu comecei a minha experiência de viver no Canadá. Mas também descrevo passeios e viagens para outros lugares, e agora daqui para frente começarei a relatar a minha experiência vivendo na maior cidade canadense. Eu acho que isso será muito legal e eu irei conseguir finalmente responder com propriedade uma das perguntas que mais recebi até hoje no blog – Vancouver ou Toronto?

Logo mais teremos algums mudanças no layout do blog, assim como menus mais definidos e informativos. Aguardem!!!

Siga o Outside Brazil clique nos links abaixo:

https://www.facebook.com/outsidebrazil
https://twitter.com/OutsideBrazilBl
https://www.instagram.com/cacaiani/

 

Está buscando as melhores opções de Hotel, temos uma ótima parceria com o Booking, não deixe de conferir:



Booking.com

You may also like

Documentação necessária para recém chegados em Ontário

25 Responses

  1. Cláudio Schmitt

    Olá, Carina!!! Gratíssimo por sempre responderes aos meus comentários com palavras tão belas e meigas!

    Aqui em Jaraguá do Sul, Santa Catarina, nesse momento, está suuuuuper frio e úmido, ingrediente esse que deixa a cidade mais fria ainda… Ao irmos a Vancouver, naquela época (Janeiro de 2012), fomos informados de que lá chovia muito, fazendo com isso, uma alusão direta à nossa cidade, conhecida nas anedotas populares como CHUVAGUÁ (ou seja, CHUVA + JARAGUÁ DO SUL), rsrsrs…

    Eu, por exemplo, estou agora no meu trabalho usufruindo da “ociosidade criativa” com a mesma roupa que utilizava para sair às ruas de Vancouver, ou seja: 2 calças + 2 agasalhos (incluindo uma japona por cima) + tênis e meia… Isso ao sair nas ruas canadenses necessitava utilizar toda essa vestimenta… Já nos ambientes internos, me vestia como no verão brasileiro: 1 calça + 1 camisa + 1 chinelo de dedo… Isso quer dizer que passo muuuuuito mais frio por aqui do que aí, em terras canadenses, por mais incrível que pareça…

    Ainda que o nosso grupo escolheu a cidade de Vancouver por ser considerada a mais “quente” de todo o Canadá (“quente”, nos padrões canadenses, significa uma oscilação entre – 5ºC e 10ºC, que pude calcular no período que aí estive), rsrsrs… Tenho uma amiga, Carina, que ficou aí em Toronto com temperaturas que chegaram até a -20º C, segundo os seus relatos (o seu nome é Raquel)… Então, Carina, se prepare que o pior ainda está por vir, rsrsrsrs… Mas prefiro ainda o frio canadense que o brasileiro, muito mais gostoso e saudável que o nosso…

    As Cataratas do Niágara certamente congelarão novamente, originando com isso um espetáculo de encantar os olhos de qualquer turista, poste aí no seu blog as fotos quando/se o fenômeno ocorrer novamente, adoro cachoeiras e plantas (as fotos que tirastes dos plátanos canadenses me encantaram, Carina)!!! Até mais, amiga, e ótima estadia aí em Toronto, em sua nova empreitada profissional!!!

    Abraços fraternos,

    Cláudio

    1. Ai Cláudio nem me fale…já estou morrendo de medo do frio daqui hehehe vamos ver o que me espera!!! E estou louco para ir a Niagara’s falls quero sim registrar no verão e no inverno quando congelar, realmente dever algo muito bonito.
      Muito obrigada novamente pelo seu comentário!

      Abs
      Carina

  2. Cláudio Schmitt

    Olá, Carina! Tudo bom com você? Como é que está a sua estadia em Toronto, se adaptando à temperatura negativa da cidade a maior parte do ano?

    Ouvi dizer aqui no Brasil que existem muitos estabelecimentos comerciais / residências em Toronto que são subterrâneos, até mesmo shopping centers… Confere essa informação?

    E sobre o BIG ONE, fiquei super estupefato e preocupado com essa notícia, a qual não fazia a menor ideia de que isso pudesse realmente acontecer em Vancouver algum dia… Certamente, alguns fatores até podem contribuir para a ocorrência de tremores de terra na cidade: Vancouver possui uma localização estratégica mundial, é banhada pelo Oceano Pacífico (oceano com a maior incidência de terremotos do planeta), possui uma logística completamente integrada: ônibus-metrô de superfície (SKY TRAIN) / ferrovia (estrada de ferro que corta a cidade)-porto-aeroporto, e é uma cidade que fica localizada próxima às maiores placas tectônicas do planeta (incluindo aí a Falha de San Andreas, na Califórnia), e é na verdade uma ilha (VANCOUVER ISLAND)… Mas jamais me passou pela cabeça essa possibilidade da ocorrência de um tremor de terra de proporções gigantescas (como supõe-se que será o BIG ONE) e nem, nunca, havia ouvido algum tipo de comentário a respeito do mesmo… Por isso a minha surpresa gigante em relação à essa possibilidade…

    E como é que você lidou com aquele tremor de terra de magnitude 5 graus aí em Vancouver, está tudo bem com vocês por aí? Essa magnitude é muito alta para ocorrer justamente em uma megalópole na qual circulam milhões de turistas diariamente, fico imaginando os estragos que um evento natural como esse pode ter ocasionado por aí…

    Abraços do fundo do coração,

    Cláudio

    1. olá Claudio, tudo bem e vc?
      Estou me adaptando super bem em Toronto, claro que ainda não peguei o inverno daqui hehehehe por enquanto somente um calor insuportável!!
      Aqui em Toronto temos o Path (https://www1.toronto.ca/static_files/economic_development_and_culture/docs/BIA%20Maps/PATH_map.pdf) que são vários kms de corredores subterrânos com todo o tipo de serviço que você precisar…salva vidas no inverno hehehehe

      Quanto ao Big One é realmente preocupante, eu espero mesmo que ele não aconteça, mais como disse não queria estar em Vancouver caso ele resolva acontecer! O terremoto no qual citei, a sorte foi que ele aconteceu um pouco longe de Vancouver e não causou nenhum tsunami, porém o tremor foi assustador eu não gosto nem de pensar.

      Obrigada pelo seu comentáio,
      Abs
      Carina

  3. Carina, boa sorte nessa nova etapa da sua vida morando em Toronto. Eu já não perdia nenhum post seu antes e agora que não vou perder mesmo!! Estou indo pra Toronto ano que vem e quero ver todos os seus posts relatando as novidades! Beijão e parabéns pela mudança.

  4. Oi Carina, boa sorte para vocês nessa nova fase! Esse lado de ficar mais perto do Brasil pesa muito mesmo. Eu moro em Victoria e toda vez que vou para São Paulo preciso encarar 20h de viagem, não é fácil. Acho que esse é um dos motivos que ninguém vem me visitar..rsrsrs. Gostei dos Prós e Contras! Me senti lendo sobre a minha percepção de Victoria em relação a Toronto. O valor das casas aqui estão aumentando muito também(chinesada rica dominando, igual Vancouver), oportunidades de trabalho bem restritas, mas uma natureza exuberante e muita qualidade de vida! Isso me prende aqui! 😉 Parabéns pelo blog! Estou curiosa para ler os próximos post, será interessante ver o ponto de vista de vocês que moraram anos em Vancouver e agora começarão uma nova fase em Toronto! Sucesso! Beijos! 😀

    1. Oi Pri, muito obrigada!!! Demorei para responder pq tirei o final de semana prolongado off do blog…hehehehe

      Eu conheço Victoria e acho a cidade linda…porém muito mais isolada que Vancouver, não sei como é o mercado de trabalho, mas imagino que seja menor mesmo. Mas a natureza…aiaiai não tem como falar…vou sentir muito a falta das montanhas.
      obrigada pelo seu comnetário e parabéns pelo blog tbém…é muito legal!

      Bjus

  5. Patricia

    Como sempre, ótimo artigo! Bem esclarecedor! Espero que sua mudança seja para melhor! Sucesso! E por favor, continue com o blog. Sempre interessante! Abs de Floripa, Patricia.

  6. Mariana Cisti

    Poxa…que bacana esse novo ciclo que você esta vivendo. Fazia um tempinho que não estava entrando aqui no blog e levei um susto quando vi que você mudou. Bom, conheci Vancouver a distante atraves do Outside Brazil, espero agora conhecer bastante Toronto também.

    Boa sorte nessa nova jornada.

    Beijos

  7. Maira

    Oi, muito legal este relato. Que tudo dê muito certo no seu novo emprego! Será que tem como eu falar com você no particular? Obrigada.
    Maíra

  8. Me vejo fazendo o trajeto oposto ao seu rsrs gosto mto da parte oeste norte americana. Mas a vida é assim, temos que ir pra onde há mais oportunidade! Boa sorte na nova jornada!!!

    1. Oi Lis, eu tbém amo a costa oeste, Vancouver com certeza foi um dos lugares mais lindo qe tive o privilégio de viver! Mas acho que sou nomade hehehhe e agora chegou a hora de explorar a costa leste.
      Boa sorte para vc na sua nova jornada também!!!
      Bjus
      Carina

  9. Eu – de forma bem egoísta – fiz desse texto meu. Eu sinto exatamente isso! E não tenho ilusões sobre o melhor lugar do mundo. Eu quero conhecer mais, quero ver mais, aprender mais!!! E que ótimo que temos a oportunidade não é? Amando acompanhar a mudança de vocês por aqui.

    1. Obrigada Pamela!!!! Fico muito feliz que tenha gostado do texto.
      E esse é o espirito mesmo, abraçar as oportunidades e conhecer sempre mais e mais…ainda bem que podemos!
      Bjus
      Carina

  10. Cássia

    Minha amiga eu só tenho a desejar muita sorte e sucesso para vocês dois! O seu Blog é uma inspiração para mim! Acho que posso dizer que fui testemunha um pouquinho do início de vcs em Vancouver. E vejo hoje mais essa mudança como um exemplo. Sabe que tenho sonhos em Vancouver e outros lugares, então quem sabe um dia, né? Enquanto isso vou continuar acompanhando seu Blog para me inspirar cada dia mais! Bjs

    1. Oi minha querida…muito obrigada pelo seu comentário, muito obrigada pelos seu votos! Vc com certeza fez parte sim dessa história afinal conhecemos Vancouver juntas!!! hehehehe Eu sei dos seu planos, e saiba que vc pode contar comigo para o que precisar. Alias, venha visitar Toronto a minha casa (quando eu tiver uma) estará de portas abertas para vc.
      Bjus
      Carina

  11. Diana

    Oi Carina, sempre leio seu blog e lendo ese post, fiquei pensando na mudança em si. Como vc fez pra mudar? Vendeu tudo e começou tudo de novo ou contratou um caminhão? Eu moro em Squamish e também já cogitamos de mudar para o outro lado, mas penso no trabalho que vai dar, e eu tb amo as montanhas, e sei que esse lado é mais plano. Vai ser legal continuar lendo seus posts com essa mudança! Parabéns e espero que tudo dê certo pra vcs!

    1. Ola Diana, muito obrigada por ler o meu blog, fico muito feliz!!!
      Eu irei escrever sobre isso, está no meu calendário de posts….eu vim para Toronto e agora no final do mês volto para Vancouver para terminar a minha mudança. Porém, já adianto que nós decidimos vender tudo. Eu vi preços entre 3 e 5 mil para trazer a mudança para cá e achei que com esse valor poderia comprar tudo ou pelo menos quase em Toronto, mas no meu caso os meus móveis eram da Ikea. Nos achamos uma transportadora para para trazer algumas coisas, e ainda estamos na fazer de orçamento. Realmente dá muito trabalho, só espero que compense hehehe
      E relamente deixar as montahas é o que mais me doí…aqui não tem nenhuma!!
      Abs
      Carina

Seja bem vindo e muito obrigada por seguir o OutsideBrazil!

%d bloggers like this: