20
Jun
2016
5

Roadtrip de Vancouver para Toronto

Sempre que falava para os meus amigos que iríamos nos mudar para Toronto e que iríamos dirigindo até lá, logo se via na cara deles uma expressão confusa seguida da exclamação: – Vocês são loucos! kkkkk Para quem não sabe o Canadá é o segundo maior país do mundo em extensão territorial e a distância entre Vancouver e Toronto, segundo o Google Maps é de 4400 KM. Então é natural que os meus amigos tenham se espantado quando a gente falava que embarcaríamos nessa aventura. Fazer essa roadtrip de Vancouver para toronto, foi algo que sempre me passou pela cabeça, afinal eu amo viajar e amo ainda mais viajar de carro.

Quando começamos a cogitar uma possível mudança para Toronto, estávamos pensando em 2 semanas para fazer esse roteiro, porém como o cenário mudou de figura de uma hora para outra, no final das contas ficamos com apenas 8 dias para fazer o trajeto todo. Confesso que por várias vezes cheguei a pensar que não daria tempo, e pensei em desistir porque achava que não iria aproveitar muito. Mas no final, para a nossa sorte resolvemos fazer essa viagem e o resultado disso foi incrível.

Placas_roadtrip

Todos os estados americanos que cruzamos – Foto Outside Brazil

Roadtrip de Vancouver para Toronto – via USA

No ínicio do nosso planejamento, estávamos pensando em mater essa viagem exclusivamente canadense!!! Queríamos festejar o fato de termos nos tornado residentes Permanentes no Canadá. Porém depois de muitas pesquisas decidimos mudar de planos e resolvemos fazer a viagem pelos Estados Unidos. O Canadá é um país imenso, porém muito deserto, ficamos com medo de a viagem ficar super monótona! Já pelos EUA teríamos várias coisas para ver, mais estados para cruzar além de a gasolina ser muitoooo mais barata. E como fazia muito tempo que queríamos conhecer o Yellowstone National Park achamos que essa seria a oportunidade perfeita.

Resumo da viagem: 2 estados canadenses, 9 estados americanos, 1 park nacional, 1 monumento nacional, pernoite em 7 cidades, várias outras cidades no trajeto que até perdi as contas, sendo  um total de aproximadamente 4800 kms rodados. Ufaaaa

Mapa

Vancouver, BC – Spokane, WA

Esse foi o primeiro trajeto da viagem, no total dirigirmos 6 horas e meia. O estado de Washington é muito bonito, muito parecido com British Columbia, a região é toda montanhosa, e em vários trechos a estrada tem paisagens de tirar o fôlego. E por ser muito parecida com a paisagem de BC uma coisa que não poderia faltar é chuva claro, saímos de Vancouver com chuva e cruzamos todo o estada de WA com chuva.  O que não nos rendeu boas fotos, mas mesmo assim deu para ficar encantada com o visual. Até bateu um certo arrependimento de não ter dado muita bola para essa região nos anos que morei em Vancouver, então a minha dica é: para vocês que estão em Vancouver – explorem mais  estado de Washington, principalmente uma região conhecida como Cascade nas redondezas do Mount Baker.

Spokane, WA – Belgrade, MT

Spokane é uma cidade bem gostosa, daquelas formadas em volta da estação de trem, tem cerca de 200 mil habitantes e um visual bem bonito, com um monte de prédios históricos no centro, é bem legal. Porém a nossa parada em Spokane foi somente para dormir e não para turistar. Ali, compramos alguns “suprimentos” para a viagem, como água, refrigerante, energéticos e snacks. Então seguimos para Belgrade que fica em Montana. Mas em um ponto da estrada nos deparamos com a placa de bem vindos a Idaho. Para tudo….aonde foi que erramos kkkkkk pensamos que o próximo estado depois de Washington seria Montana, o que esse tal de Idaho está fazendo aqui? Depois do pane no cérebro, fomos descobrir que o estado de Idaho tem um bico entre Montana e Washington. (Sou ruim de geografia..e daí kkkk). O fato é que ao traçar o trajeto no Google Maps, não reparei que passaríamos por Idaho, eba..mais um estado na lista. Mas falando um pouco do visual da estrada, ainda muito lindo, cheio de montanhas, com pinheiros lindos demais, e para quem já foi para Rock Mountains em Alberta vai achar bem parecido….eu achei e tabém achei lindíssmo!!!!

Outbra9

Cidadezinha ao longo do trajeto – Foto: Outside Brazil

Belgrade, MT – Yellowstone National Park, WY – Cody, WY

Como Belgrade foi somente o ponto de parada para passar a noite, nem exploramos a cidade. Estávamos mega ansiosos para chegar logo no Yellowstone National Park e explorar tudo por lá…ou quase tudo, porque o park é enorme…é lindo…e tudo de bom! Irei escrever um post inteirinho sobre ele, agora só irei dizer que foi um desvio na rota que valeu super à pena. Adorei o Yellowstone e recomendo pra todo mundo!!!

Yellostone1

Entrada do Yellostone National Park – Foto: Outside Brazil

Outbra7

Aguardando a erupção do Geyser – Yellostone National Park – Foto: Outside Brazil

Informações: 

Site: https://www.nps.gov/yell/index.htm

Valor: U$ 30.00 por carro | Individual U$ 15.00 | Motos U$ 25.00

Yellowstone + Grand Teton: U$ 50.00

Cody, WY – Mount Rushmore, SD – Rapid City, SD

Cody é uma cidade que fica cerca de 80Km da saída leste do Yellowstone, chegamos na cidade por volta de 8 da noite, e resolvemos jantar antes de fazer o check-in no hotel. Cidade pequena fecha tudo cedo então resolvemos não arriscar…paramos para comer em um restaurante chamado Cassie’s, e ali mesmo já percebemos o clima de faroeste, porém achamos que era somente uma temática do bar. Como durante o trajeto até ali, vimos várias placas com a frase “In Wyoming eat beef”, e como e Cassie’s era uma Steakhouse nada mais propício, tinha até beef de bison no cardápio kkkkk ok fiquei com o de vaca mesmo! No dia seguinte fomos andar pela cidade e descobrimos que a cidade foi fundada por Bufalo Bill, cujo o nome verdadeiro era: William Frederick Cody, e a cidade inteira ainda carrega a herança de seu criador. O centro da cidade parece que parou no tempo e ainda tem características do faroeste antigo…foi uma descoberta bem legal. Adoramos!!!

11

Cody city e a estátua de seu fundador Bufalo Bill – Foto: Gabriel Barros

Outbra12

Um Verdadeiro Saloon de faroeste – Irma Hotel em Cody fundado pelo Bufalo Bill – Foto: Outside Brazil

Atravessar o estado de Wyoming, também foi algo inusitado, o estado é enorme e portanto vimos paisagens das mais variadas possível. Foi incrível e surpeendente, passamos por cidades que mais pareciam cidades abandonadas…regiões rochosas, montanhas com neve..regiões de pasto, regiões com bombas de petróleo..e muita terra deserta..sem ninguém! Houve pontos das estrada que éramos somente nós. Foi bem interessante, mesmo!

8

Somewhere in Wyoming – Foto: Gabriel Barros

Outbra5

Somewhere in Wyoming – contraste de paisagens – Foto: Outside Brazil

Antes da nossa última parada do dia, desviamos o trajeto para o Mount Rushmore, eu sempre quis ver esse monumento, mas não queria ir até a Dakota do Sul somente para vê-lo, então já que eventualmente iríamos passar por lá…why not? E claro que não nos arrependemos!!! O monumento é lindíssimo…é grandiosíssimo..e íssimos..e mais íssimos…Simplesmente me faltam palavras para descrever!

12

Mount Rushmore, Dakota do Sul – Foto: Gabriel Barros

Mas se você estiver planejando uma ida até Dakota do Sul, não deixe de conhecer o Wind Cave National Park e o Badlands National Park, esses dois pontos são relativamente próximos ao Mount Rushmore e portanto vale a visita. Passamos pelo Badlands National Park por fora e já foi lindo demais…me arrependi de não ter cruzado o park por dentro! Fica a dica!

Informações: 

Site: https://www.nps.gov/MORU/planyourvisit/index.htm

Endereço: 13000 SD-244, Keystone, SD 57751, United States

 Valor: U$ 11.00 por carro

Rapid City, SD – Iowa City, IA

Se tem uma coisa que Dakota do Sul sabe produzir ..essa coisa é vento!!! Todo o nosso trajeto até Iowa City em Iowa foi marcado por uma ventania absurda, estávamos pensando que todo esse vento era um reflexo do tornado que estava acontecendo em Nebrasca. Estado esse que chegamos bem na divisa! Mas não, quando perguntamos sobre o vendaval para o garçom do pub aonde jantamos ele disse que era bem comum. Do restante, a paisagem foi bem monótona, e esse foi o trecho de toda a viagem que mais rodamos, foram cerca de 1100 km no mesmo dia. Queríamos dar uma boa adiantada no trajeto para poder aproveitar mais Chicago no dia seguinte. Do mais Iowa City é uma cidade bem charmosa, lá está localizada a principal universidade do estado University of Iowa. Então toda a cidade gira em torno da universidade, que é linda, e tem várias residências estudantis com aquelas siglas gregas identificando a irmandade ou fraternidade…coisa bem americana mesmo!

Outbra2

Iowa City – University of Iowa – Foto: Outside Brazil

Iowa City, IA – Chicago, IL – Michigan City, IN

Confesso que estava bem ansiosa para chegar em Chicago, queria muito conhecer e ver se a cidade era tudo aquilo que sempre ouvi dizer mesmo! E vou te contar…foi tudo e mais um pouco! Por mim já dava a viagem por encerrada ali mesmo..(posso morar em Chicago pra sempre hehehehehe). Não que Toronto não seja bonita..é que Chicago é linda demais! De todas a cidades americanas que eu conheci até agora, Chicago foi a mais linda. Ainda bem que não estamos longe de lá, quero voltar a cidade para poder explorar melhor, conhecer mais…passamos 1 dia lá e eu fiquei apaixonada! Nesse dia conhecemos o Millennium park, Downtown Chicago, fomos até o estádio do Chicago Bulls (porque depois de ver o Lakers jogando em casa em Los Angeles, ver o Chicago Bulls jogando em chicago é meu outro sonho de consumo). Ah outro ponto de parada que não poderia faltar no meu itinerário foi ver a placa que marca o início da Route 66 já tinha visto a placa que marca o final da Route 66 em Santa Mônica na California…agora so falta fazer o trajeto todo de moto kkkkkk! Anyway…. Chicago eu volto logo!

Chicago1

Chicago Skyline – Foto: Outside Brazil

Chicago4

Millennium Park – Chicago – Foto: Outside Brazil

Chicago2

Placa que marca o início da Route 66 em Chicago – Foto: Outiside Brazil

Michigan City, IN – Toronto, ON

Saímos de Michigan City bem cedinho e partimos direto para o Canadá, cruzamos os estados de Indiana e Illinois para enfim chegar na fronteira com o Canadá. Passamos uma boa parte da viagem conversando sobre como seria esse momento, afinal não tínhamos nem endereço fixo, estávamos com o carro cheio de tralha, já pensamos que o oficial fosse mandar a gente encostar o carro e fazer aquela vistoria em tudo. Mas que nada, a única pergunta foi – Vocês estão vindo de onde e estão indo para onde? Falamos que estávamos nos mudando de Vancouver para Toronto..e ok! Boa viagem! Thats it! kkkkk A grande diferença que sentimos ao entrar no Canadá foi a estrada, sim as estradas no EUA pelo menos no estado de Illinois são bem zuadas, já em Ontário parecia uma tapete. Ainda paramos na cidade de London para passar a noite e no dia seguinte em Waterloo para visitar grande uma amiga.

Outbra11

Chegando na fronteira com o Canada – Foto: Outside Brazil

Chegamos em Toronto 1 dia antes do planejado e posso dizer que aproveitamos demais a viagem, então o meu medo de não dar tempo de chegar foi besteira, no final deu tudo certo e foi super bem aproveitado. Eu recomendo esse tipo de viagem para quem, assim como nós, adora dirigir por longas horas. Dirigimos em média de 6 a 7 horas por dia, e somente no trajeto de Rapid City até Iowa City que extrapolamos bem e dirigimos umas 12 horas. Algo bem legal que acho super válido comentar é que: durante toda a nossa viagem as estradas tinham locais específicos de parada para viajantes, com todo o suporte necessário, banheiros limpos, espaço com mesas de picnic para que os viajantes pudessem comer, alguns com Wifi gratuito…e detalhe rodamos 4800 km e não pagamos nenhum pedágio (somente na fronteira com o Canadá na chegada em Ontário, e mesmo assim de $4).

14

4827 Km rodados – Foto: Outside Brazil

 

Siga o Outside Brazil clique nos links abaixo:

https://www.facebook.com/outsidebrazil
https://twitter.com/OutsideBrazilBl
https://www.instagram.com/cacaiani/

 

Está buscando as melhores opções de Hotel, temos uma ótima parceria com o Booking, não deixe de conferir:



Booking.com

6 Responses

  1. Gente que viagem incrível!
    Muito feliz que vocês fizeram o roteiro pelos EUA, meu noivo fez sozinho o trajeto Toronto-Edmonton e ele disse que foi horrível, porque a província de Ontário é muito comprida e não tem quase nada pra ver.
    Todas essas cidades dos EUA parecem incríveis! Nossa, estou simplesmente encantada com as fotos e as descrições dos lugares.
    Beijos!

    1. Oi Elisa, foi isso mesmo o que pensamos, que pelo Canadá seria um pouco boring, eu pesquisei bastante tudo e em todos os foruns as pessoas diziam que era um pouco monotono, então resolvemos vir pelos EUA e foi bem legal.

      Bjs

  2. Priscilla Santos

    Meu Deus!!!! Que roteiro foi esse!!! Espetacular!! Levei um susto e fiquei super triste quando vi que você postou que ia se mudar de Vancouver. Mas achei super bacana a lista dos pros e contras, com certeza a paisagem de Vancouver é de tirar o fôlego, mas explorar a costa leste do Canadá vai ser um experiencia e tanto para vocês. Como eu não conheço essa região, estou ansiosa para ver o seus novos posts!! Boa sorteeee!!!!

    1. É Pri tbém fiquei um pouco triste de ir embora de Vancouver pq eu realmente amo essa cidade…mas a vida é curta demais para ficar em um lugar só hehehehe e eu estou mega empolgada de explorar o leste tbém. Espero conhecer muitas coisas novas por aqui, e Vancouver sempre ficará no meu coração!!!
      Obrigada.
      Bjus
      Carina

  3. Mariana Cisti

    Caramba, com esse post vc esta fazendo eu ter mais um “sonho para realizar”. Amei, amei amei…vcs são mto corajosos, fiquei morrendo de vontade de fazer uma viagem dessas, porém, não sei se aguento.

    Parabéns!!!

Seja bem vindo e muito obrigada por seguir o OutsideBrazil!

%d bloggers like this: