25
May
2017
6

Um paraíso em Ontario chamado Bruce Peninsula

Conhecer Bruce Peninsula já estava na minha Bucket list desde antes de eu cogitar me mudar para Ontário, e este ano finalmente realizei esse meu desejo!!! No feriado de Victoria Day juntamos os amigos e fomos conhecer este paraíso que fica cerca de 300 KM ao noroeste de Toronto. Maio ainda não é o mês mais adequado para ir, pois ainda estava friozinho especialmente durante a noite. Porém, eu não curto muito lugares muito cheios e eu tenho certeza que durante os próximos feriados que serão  mais no auge do verão Bruce Peninsula estará bem cheio. E também quis ir um pouco antes para poder dar esta sugestão de destino de verão para vocês. Já que lá é ideal para mergulhar e também nadar nas piscinas naturais em cor turquesa.



Sobre Bruce Peninsula

Bruce Peninsula é um braço de terra entre o Lake Huron e Georgia Bay, a região possui dois grandes parques nacionais, o Bruce Peninsula National Park e o Fathom Five National Marine Park acessível somente por barco, já que fica em uma ilha. Eu estava louca para ir no Fathom Five National Marine Park e também ver o famoso Flowerpot Island, porém os ventos estavam muito fortes e nenhum barco de passeio saiu nestes dias que eu estive por lá. Então terei que fazer um esforço tremendo para voltar para lá….aiaiaia quanto sofrimento!!!! hehehehe E eu adoro mergulhar então este será outro motivo para eu voltar em breve.

A cidade mais próxima de todas as atrações é Tobermory, super pequenininha, tem algumas poucas opções de hotéis mas eu super recomendo se hospedar por lá. Nossa opção foi acampar e escolhemos acampar no Bruce Peninsula National Park nas margens do Cyprus Lake, local fantástico diga-se de passagem. Ficamos 3 dias no lá e eu achei bem adequado, deu para aproveitar bem e explorar bastante.

O que fazer por lá

O local é ideal para quem gosta de natureza e trilhas, não vá esperando restaurantes chiques, lojas e coisas para fazer na cidade. Este não é o perfil do lugar!!!! Como toda a regão é uma reserva natural protegida não existem grandes empreendimentos por lá. Portanto, Bruce Peninsula é o lugar ideal para colocar o tênis de trilha e se embrenhar no meio do mato e se preparar para paisagens de tirar o folego!!!! A combinação das formações rochosas, cliffs e águas cristalinas formam paisagens lindas e sem contar que o contato com a natureza é fantástico. Então segue a listinha do que fizemos por lá e no final o mapa com todos os pontos.

Bruce Peninsula National Park

Escolhemos este parque para acampar e explorar, é claro que não deu para ver tudo o que o park tem para oferecer, pois é muito grande. O parque todo possui cerca de 156 km quadrado, então exploramos um pouco na região do Cyprus Lake e Georgian Trail.

Cyprus Lake e Georgian Trail – Foto: Outside Brazil Blog

Cyprus Lake e Georgian Trail – Foto: Outside Brazil Blog

Halfway Rock Point

Seguindo pela Georgian Trail que circula o Cyprus Lake e com um total de 3 km chega-se ao Halfway Point que é um mirante espetacular e um dos lugares mais lindos que eu já tive o privilégio de ver nessa vida. As vezes acho que estou ficando muito redundante nessas minhas afirmações, mas é que o Canadá é um país magnifico e repleto de belezas naturais, e é difícil eleger apenas um lugar lindo aqui.

Um ponto da Georgian Trail – Halfway Point – Foto: Outside Brazil Blog

Halfway Point – Foto: Outside Brazil Blog

Indian Head Cove e The Grotto

Outro dois pontos extremamente lindo da trilha margeando o Bruce Peninsula Park são o Indian Head Cove e o The Grotto. Deste ponto em dia claro dá para ver a ilha aonde fica o Fathom Five National Marine Park e até um pouco do Flowerpot Island, pena que não sai na foto.

Indian Head Cove – Foto: Outside Brazil Blog

The Grotto – Foto: Outside Brazil Blog

Horse Lake Trail

Na volta para o acampamento, desviamos um pouco da Georgian Trail e entramos na Horse Lake Trail e nos deparamos com mais um pedacinho de paraíso, ou seja, mais uma vista linda da Georgian Bay.

Horse Lake Trail – Georgian Bay view – Foto: Outside Brazil Blog

Horse Lake Trail – Georgian Bay view – Foto: Outside Brazil Blog

Informações sobre o Bruce Peninsula National Park

Em 2017 o parque está com free admission, pois é um dos parques que fazem parte da comemoração dos 150 anos do Canadá.
Preço para entrada no park (para os demais anos): Família/grupo – Cad$ 19.60 | adultos – Cad$ 7.80 | Off Season Prices (Outubro – março): família/grupos – Cad$ 14.70 | Adultos: Cad$ 6.05
Campground: O Bruce Peninsula possui 3 campgrounds para barracas e RV (Birches, Poplars e Tamarack) e um outro camping com pequenos cottages e cabins (Yurts). Todos eles em volta do Cyprus Lake sendo o Yurts a partir de Cad$ 120 a diária e os outros à partir de Cad$ 23.50 por noite.
Reservar o campinghttps://www.pc.gc.ca/en/voyage-travel/reserve

Mapa das trilhas:

Bruce Peninsula National Park Trail Maps

 

Little Tub Harbour – Tobermory

A pequena Tobermory tem apenas 1200 habitantes, ou seja é uma pequena vila porém bem completa, com restaurantes, lojas, pequenos hotéis e ou pousadas e pequenas galerias de arte com artesanato local. Todo o comércio da cidade fica localizado na Little Tub Harbour, então pode se dizer que é ali que tudo acontece na vila e é dali também que saem a maioria dos barcos de passeio e também os barcos para quem deseja fazer mergulho, já que Tobermory é um dos destinos mais famosos de mergulho em água doce do Canadá.

Little Tub Harbour – Foto: Outside Brazil Blog

Little Tub Harbour – Foto: Outside Brazil Blog

Big Tub Lighthouse

Este farol foi construído na entrada da Georgian Bay em 1885, e ali foi instituído o pequeno acampamento que depois de alguns anos virou a pequena cidadezinha de Tobermory. O Big Tub Lighthouse possui cerca de 13 metros de altura e hoje em desuso é somente uma atração turística.

Big Tube Lighthouse – Foto: Outside Brazil Blog

 

Vista de Tobermory do Big Tub Lighthouse – Foto: Outside Brazil Blog

Visitor Centre

O Visitor centre tem algumas atividade interessantes como: algumas exposições sobre a vida selvagem do local, cinema 3D, mapas de todas as trilhas da região e a super Lookout Tower, além de ser uma ótima oportunidade de se informar sobre tudo o que tem na região para explorar.

Lookout Tower

A torre localizada no Visitor centre, tem cerca de 20 metros de altura e é ideal para ter uma vista de 360 graus de toda a região. De lá de cima é possível ter uma noção da imensidade do Bruce Peninsula National Park, ter uma visão linda de toda a Georgian Bay, Lake Huron e das ilhas na região. É fantástico e totalmente free!

Lookout Tower Bruce Peninsula – Foto: Outside Brazil Blog

Lookout Tower Bruce Peninsula – Foto: Outside Brazil Blog

O região de Tobermory é famosa pelas 2 dezenas de navios afundados, junto com suas águas cristalinas é um dos destinos mais famosos de mergulho do Canadá. E existem vários tours de navios para poder ver esses Shipwrecks sites. Não conseguimos fazer o tour nessa nosso visita pois os ventos estavam muito fortes e todos os barcos de passeios estavam proibidos de operar. Porém, isso ficou como motivo para uma próxima visita à região. Porém, pensando bem eu não preciso de motivos para querer voltar lá!!! Eu amei de paixão a região, e para mim já se tornou um dos meus lugares favoritos no Canadá.

Siga o Outside Brazil clique nos links abaixo:

https://www.facebook.com/outsidebrazil
https://twitter.com/OutsideBrazilBl
https://www.instagram.com/carinabarros_outsidebrazil/

Continue planejando a sua visita à Tobermory e Bruce Peninsula

Links úteis:

http://tobermory.com/
Bruce Peninsula National Park: https://www.pc.gc.ca/en/pn-np/on/bruce
Como adiquirir o seu passe Free para os parques: http://outsidebrazil.com/2017/01/04/48-parques-nacionais-no-canada-de-graca-para-voce-visitar-em-2017/

Como chegar: de ônibus – https://parkbus.ca/parkpagetemplate?parklineurl=bruce

Mapa das atrações deste post

Reserve o seu Hotel em Tobermory:



Booking.com

Não esqueça o seu seguro viagem, item essencial para a sua viagem, mesmo não sendo obrigatório aqui no Canadá, o custo médio de uma diária em hospital é de cerca de Cad$ 800 para atendimentos de emergência. Não dá para ficar sem e contar com a sorte não é mesmo!? Eu recomendo o Seguro da Mondial Assitance, acho o melhor custo benefício sempre contrato nas minhas viagens! E a vantagem é que dá para parcelar e tem desconto de 15% para leitores do Outside Brazil.

 

Seja bem vindo e muito obrigada por seguir o OutsideBrazil!

%d bloggers like this: